Menu
Busca quinta, 09 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Brasil

PM é baleado com tiro de fuzil na cabeça

O estado de saúde do policial é grave, diz Secretaria de Saúde

21 setembro 2019 - 15h45Joilson Francelino, com informações da Agência Brasil

Um policial militar foi baleado com um tiro de fuzil na cabeça quando participava de um patrulhamento motorizado perto da estação de trens de Triagem, na zona norte do Rio.

Policiais do Comando de Polícia Pacificadora (PCC) suspeitaram de dois homens numa motocicleta e abordaram a dupla. No momento em que os militares revistavam os dois suspeitos, tiros de arma de longo alcance foram disparados contra os policiais. Os tiros, de acordo com a Polícia Militar, teriam sido efetuados do conjunto habitacional Morar Carioca, do programa Minha Casa Minha Vida, e acertaram o policial na cabeça. Socorrido pelos colegas, o militar foi encaminhado ao Hospital Municipal Salgado Filho, no bairro do Méier, zona norte da cidade.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que “o estado de saúde do policial é grave”.

Desde o início do ano, 41 policiais militares morreram no combate ao crime organizado ou no confronto com assaltantes ou em emboscadas.

PMCG Refis

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Avião cai em São Paulo
Brasil
Reabertura das agências do INSS é adiada para dia 3 de agosto
Brasil
Mega-Sena sorteia R$ 33 milhões nesta quarta
Brasil
Bolsonaro está com coronavírus
Brasil
Bolsonaro está com sintomas de coronavírus
Brasil
Pandemia gerou economia de R$ 199,6 mi aos cofres públicos
Brasil
Instrutor e aluno estavam em helicóptero que caiu nesta tarde
Brasil
AGORA: Helicóptero cai na Baía de Guanabara
Brasil
STF solta blogueiro bolsonarista preso em Campo Grande
Brasil
Vídeo: ciclone bomba causa mortes e destruição em Santa Catarina

Mais Lidas

Esportes
AO VIVO: Flamengo e Fluminense na final da Taça Rio
Polícia
Trio é detido com R$ 400 mil em prata granulada clandestina
Política
Dourados fecha bares e academias por dez dias
Polícia
DNA aponta preso de São Paulo como autor de estupro em MS