Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Cidade

Desassoreamento no Parque das Nações deve custar R$ 8 milhões

A obra está prevista para iniciar na primeira quinzena de junho

14 maio 2019 - 15h52Joilson Francelino, com informações da assessoria

As obras de recuperação do lago do Parque das Nações Indígenas, que sofre com o processo de assoreamento, devem começar ainda na primeira quinzena de junho. A estimativa, segundo a prefeitura da capital, é que sejam investidos R$ 8 milhões no desassoreamento; construção de um piscinão no Córrego Reveillon, na esquina das avenidas Mato Grosso com Hiroshima; obras de controle de erosão e recomposição vegetal das margens do Córrego Joaquim Português; e implantação de uma comporta de regulação do nível do lago, tão logo o desassoreamento esteja concluído.

Coincidindo com o início do período de estiagem, ainda na primeira quinzena de junho, será iniciado o desassoreamento do lago para retirada de aproximadamente 140 mil metros cúbicos de areia, com a utilização de escavadeiras hidráulicas. Se as condições climáticas permitirem, a expectativa é que em três meses este serviço fique pronto.

Para evitar que o lago volte a ficar assoreado, com o carreamento de areia junto com a enxurrada que desce dos bairros do entorno do Parque dos Poderes, serão executados dois projetos nos córregos Reveillon e Joaquim Português, cujas águas formam o lago. No Reveilleon, a prefeitura implantará um piscinão, inicialmente projetado para armazenagem de 22 mil metros cúbicos de água. No Joaquim Português, o Governo do Estado vai executar obras de controle de erosão e replantio da vegetação nas margens. Os projetos já estão sendo contratados e as licitações devem ocorrer até dezembro de 2019.

Com as intervenções programadas, segundo o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, além de recuperar um cartão postal da capital, os lagos terão um papel importante no controle de enchentes de afluentes do Córrego Prosa, que em dias de chuva mais intensa, transbordam na região do Shopping Campo Grande. Terão capacidade para armazenar 65 mil metros cúbicos de água, o equivalente a três vezes a capacidade do piscinão que será construído nos altos da avenida Mato Grosso.

Termo de compromisso

Na última segunda-feira, o secretário Rudi Fiorese se reuniu com o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico e Agricultura Familiar, Jaime Verruck. No encontro foi discutido o termo de cooperação entre estado e a prefeitura, que será assinado nos próximos dias pelo governador Reinaldo Azambuja e o prefeito Marquinhos Trad, para recuperação do lago do Parque das Nações.

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
EMHA diz que invasões prejudicam 42 mil famílias que aguardam programa de moradias
Cidade
Administrativos da educação entram em greve
Cidade
Investimentos do estado reduzem acidentes e mortes no trânsito de capital
Cidade
Inscrições para sorteio de apartamentos na capital encerram terça-feira
Cidade
Mini cidade de trânsito é inaugurada em escola da capital
Cidade
Vídeo: Vazamento na rede de água revolta moradores da Vila Glória
Cidade
Cidade do Natal terá novo visual e espaço será aproveitado o ano todo
Cidade
Feira do Livro traz mais de 400 obras para a capital
Cidade
Procon quer promover reunião entre Santa Casa e Unimed
Cidade
Thiago Brava será uma das atrações do Arraiá de Santo Antônio

Mais Lidas

Polícia
Troca de tiros termina com homem morto e PM ferido
Educação
Estão abertas as Inscrições para o Encceja
Polícia
Guarda municipal responsável pelo transporte de arsenal é preso
Geral
Motociclista morre em acidente na BR-163