Menu
Busca quinta, 06 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Cidade

MPT alerta sobre avanço do coronavírus em frigoríficos de MS

Infecção da Covid-19 atingiu funcionários de três frigoríficos do estado

20 maio 2020 - 15h55Flávio Veras, com informações do MPT-MS

O Ministério Público do Trabalho (MPT) emitiu uma nota nesta quarta-feira (20), alertando novamente sobre o avanço do novo coronavírus (Covid-19) em frigoríficos de Mato Grosso do Sul. Em abril, a instituição notificou quase 30 indústrias do estado para que seguissem recomendação específica sobre práticas sanitárias capazes de conter a disseminação da doença nos locais de trabalho.

De acordo com o MPT, o órgão solicitou inspeção da Vigilância em Saúde do Município de Bonito na sede do Frigorífico Franca Comércio de Alimentos, onde inicialmente três funcionárias testaram positivo para a Covid-19. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, até o momento são 14 casos confirmados da doença vinculados ao frigorífico, entre funcionários e seus familiares.

O MPT também informou que irá verificar se o frigorífico tem adotado todas as ações constantes do plano de contingenciamento apresentado à instituição no último dia 18.

Outra indústria alimentícia que está sendo acompanhada pelo órgão é a Brasil Global Agroindustrial, em Guia Lopes da Laguna. A empresa registrou 61 casos de empregados confirmados com a Covid-19. A unidade tem 311 funcionários e decidiu suspender as atividades por 15 dias, contados do dia 8 de maio. Elas serão retomadas no próximo dia 22, de forma gradual. Outros 190 serão testados amanhã (21).

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES), dos 693 casos confirmados de Covid-19 no Estado de Mato Grosso do Sul, 118 foram identificados em Guia Lopes da Laguna, que ocupa a segunda posição no ranking de municípios afetados pela doença, atrás apenas da capital, com 194 comprovações.

Já no Município de Dourados, onde a doença vem avançando principalmente na Reserva Indígena "Francisco Horta Barbosa", pois das 67 testagens positivas registradas na cidade até terça-feira (19), 31 pertencem à reserva. A maior preocupação do MPT é com unidades da Seara Alimentos e da BRF.

Isso porque, a expansão do vírus na reserva teve início após uma indígena que trabalha no frigorífico JBS, testar positivo para o coronavírus. Sem conhecimento da doença, ela manteve contato com dezenas de moradores do local e a comprovação de novos casos veio com a triagem de suspeitos e a aplicação de testes para detecção da doença.

Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Greve: Campo Grande pode ficar sem ônibus nesta sexta-feira
Cidade
Prefeitura vai prorrogar “Refis da Saúde” até dia 20
Cidade
MP quer "Lei Seca" e bares fechados às 17h
Cidade
Vídeo: Em entrevista exclusiva ao JD1, prefeito sinaliza que não vai “fechar” a capital
Cidade
Ernesto Geisel será interditada para obras no rio Anhanduí na segunda-feira
Cidade
Vídeo: “Medida amarga, porém necessária”, diz defensor Rombi sobre lockdown na capital
Cidade
AO VIVO – Arara branca incentiva doação de sangue na capital
Cidade
Refis 100% saúde: termina hoje prazo para aproveitar descontos
Cidade
Marquinhos diz que não há necessidade de lockdown
Cidade
Defensoria teria “atropelado” ação por aumento de leitos

Mais Lidas

Internacional
Beirute: Número de mortos chega a 137; 300 mil estão desabrigados
Saúde
Regional ganha 10 leitos de UTI para pacientes com coronavírus
Polícia
Após um dia de “casados”, homem agride mulher com madeira
Saúde
OMS afirma que seis vacinas contra o coronavírus estão avançadas nos testes