Menu
Busca quinta, 16 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Cidade

Pedágio na ponte sobre o rio Paraguai terá reajuste em 2019

Valores vão de R$ 6,40 e chegam até R$ 106 para diferentes veículos

17 dezembro 2018 - 11h36Da Redação com Assessoria

As tarifas de pedágio cobradas pela utilização, como meio de transposição, da ponte rodoviária sobre o rio Paraguai, na Rodovia BR-262, entre os municípios de Miranda e Corumbá, tiveram novos valores homologados pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan).

A portaria nº 162/2018, publicada no dia 10 de dezembro, estabelece o valor da tarifa básica, que serve para os carros de passeio, em R$ 10,60. O valor para motos passará de R$ 5,90 para R$ 6,40. A nova tabela traz valores para diferentes veículos comerciais,  de acordo com o número de eixos. Aos automóveis com dois (eixos) o preço será de R$ 21,20; para cinco (eixos) chega a R$ 53,00, enquanto que para dez (eixos) será cobrado R$ 106,00. As tarifas entram em vigor a partir da zero hora do dia 1º de janeiro de 2019.

Ficam isentos da cobrança de pedágio os veículos de propriedade da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, e os veículos pertencentes aos estados estrangeiros e destinados as suas representações diplomáticas. 

Estrutura tarifária

A homologação dos valores para as novas tarifas levou em consideração a Demonstração de Cálculo apresentada pela Concessionária Porto Morrinho Ltda., conforme prevista no Contrato de Outorga de Concessão – Seop nº 003/2008. A periodicidade e a fórmula estabelecida para o Reajuste da Tarifa Básica fazem parte desse Contrato, cujos parâmetros e índices são aqueles calculados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), tomando como data base do reajuste o mês de agosto de 2008, e como base de cálculo os valores dos índices de junho de 2008 a outubro de 2018.

Um total de seis indexadores compõem a planilha de cálculo da tarifa da ponte:

IT – Índice de Terraplenagem para Obras Rodoviárias;
IP – Índice de Pavimentação para Obras Rodoviárias;
Ioae – Índice Obras-de-Arte Especiais para Obras Rodoviárias;
INCC – Índice Nacional de Custo da Construção;
IC – Índice de Serviços de Consultoria para Obras Rodoviárias;
IGMP – Índice Geral de Preços de Mercado.

O reajuste foi de 7,07% em relação a 2018.

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Livro com a vida do ‘Seu Thomaz das esfihas’ será lançado hoje
Cidade
"Esse é o novo normal", diz Marquinhos Trad sobre flexibilizações
Cidade
Em post, Marquinhos comemora “a capital mais segura do país"
Cidade
Parque dos Poderes terá pistas interditadas até sexta-feir
Oportunidade
Com 20 vagas, curso gratuito ensina a fazer roupinhas de cachorro no Jardim Noroeste
Cidade
Pequena empresária recebe benefício para melhorar carrinho de cachorro-quente
Cidade
Crematório de Campo Grande é destaque mundial em sustentabilidade
Cidade
Assistentes de educação e monitores são convocados pela Semed
Cidade
Capital sanciona lei em homenagem a profissionais da Saúde
Cidade
Vídeo: Caminhão derruba fios na Antônio Maria Coelho e deixa casas sem internet

Mais Lidas

Polícia
Corpo é encontrado esquartejado em sacos de lixo
Geral
Ao vivo: Bebê transmite mãe tomando banho no Facebook
Polícia
Jovem é presa por morder enfermeira na UPA do Coronel Antonino
Polícia
Mulher agredida com barra de ferro em espetinho no Aero Rancho contesta versão dada pelo dono