Menu
Busca sexta, 19 de agosto de 2022
(67) 99647-9098
Comportamento

Ex-sem-teto Givaldo Alves vende estimulante sexual sem aval da Anvisa

O produto, chamado de "Pau de Mendigo", apresenta Givaldo como garoto-propaganda

25 junho 2022 - 10h43Brenda Leitte

Após ficar famoso por ter tido relações sexuais com uma mulher em "surto psicótico", e ter sido espancado pelo marido dela, o ex-sem-teto Givaldo Alves se envolveu em novas polêmicas. Além de ter anunciado candidatura a deputado sem ter partido, ter ido a camarotes no Carnaval e ter sua ficha criminal exposta, a polêmica da vez é a venda do estimulante sexual "Pau de Mendigo".

Se apresentando como garoto-propaganda do estimulante sexual, que apresenta promessas mirabolantes e informações falsas no site de vendas, para piorar a situação, o produto não tem aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que abriu investigação sobre a comercialização.

Em suas redes sociais, o ex-sem-teto divulgou o produto com chamadas de “sucesso de vendas” e garantias. “O Pau de Mendigo é liberado e aprovado pela Anvisa”, diz o site de publicidade do produto. A primeira postagem-propaganda foi feita em 11 de junho, em vídeo com edições e filmagem profissionais. O anúncio foi reforçado no último dia 17.

No entanto, o “Pau de Mendigo” não consta no rol de medicamentos ou tratamentos aprovados pela Anvisa. Nem a fórmula do estimulante sexual, e nem a empresa por trás do produto têm registro ou autorização para vendê-lo. A informação foi confirmada pela agência após pedido do portal Metrópoles.

Além disso, inicialmente o site, da empresa AEG Produtos Naturais, cujo nome fantasia é Guimagran, trazia declarações atribuídas a supostos usuários, nas quais afirmam que o produto funciona e garante “aumento peniano”, “controle da ejaculação”, “aumento da libido”, “melhora na confiança sexual”, “mais energia e disposição nas noites de prazer”.

 

Fake

Ainda de acordo com o portal Metrópoles, os comentários de recomendações também eram falsos. Os perfis que emitem as declarações eram os mesmos usados em outros sites de estimulantes sexuais. As mesmas fotos, mas comentários e nomes fictícios. Quase um "Ctrl C + Ctrl V". As informações que foram registradas, posteriormente foram retiradas do portal.

Esclarecimento

Até o momento da publicação desta nota, o ex-sem-teto Givaldo Alves ainda não se pronunciou sobre a venda do estimulante sexual sem registro na Anvisa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Comportamento
Após contrair varíola dos macacos, jovem faz rifa para pagar contas
Comportamento
JD1TV: Chá revelação com pole dance gera polêmica em rede social
Comportamento
Acabou! Simone e Simaria anunciam fim da dupla
Comportamento
Luna encanta ao esperar alunos saírem da aula para receber carinho na Capital
Comportamento
Humorista é 'detonado' após piadas com mortes de MC Kevin e Marielle Franco
Comportamento
JD1TV: Criança fica presa em máquina caça-brinquedos de shopping
Comportamento
Gilberto Barros é condenado por fala homofóbica sobre beijo gay
Comportamento
Após criar vaquinha, ex-goleiro já arrecadou R$ 17 mil para pagar pensão
Comportamento
De volta? Sandy e Junior "registram" música nova
Comportamento
BBB 2023: Wanessa Camargo seria a primeira a ser cotada para o camarote

Mais Lidas

Polícia
Dupla é indiciada por tentativa de triplo homicídio no Aero Rancho
Polícia
Filhos de idosa abandonada em casa cheia de fezes são encontrados
Polícia
Mulher é resgatada antes de ser queimada por facção em 'micro-ondas humano'; vídeo
Polícia
Morre encanador que caiu em buraco de obra em Campo Grande