Menu
Busca segunda, 10 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Governo 01
Economia

Em contraste ao cenário nacional, MS obtém lucros com estatais

Em 2018, juntas, essas empresas sul-mato-grossenses tiveram lucro líquido de R$ 108,227 milhões

09 setembro 2019 - 09h55Marcos Maluf, com informações da Assessoria

Seguindo contrário a outros estados, Mato Grosso do Sul está mantendo as estatais gerando lucro e dividendos que são usados em áreas essenciais, como saúde, segurança e educação.

Todo esse trabalho ganha recompensa e coloca Mato Grosso do Sul em um grupo de três estados que receberam mais recursos das estatais do que transferiram, segundo painel do Tesouro Nacional. Os outros estados na mesma situação são Rio Grande do Sul e Sergipe.

Os dados são animadores, desde 2015, a MSGÁS multiplicou por cinco o número de clientes, de cerca de 2 mil para 10 mil, e a Sanesul ampliou em 1.350 quilômetros a rede de água e 1.249 quilômetros da rede de esgoto e já atende 590 mil consumidores (558,6 mil residenciais, 30 mil comerciais e 1,4 mil industriais) em 68 municípios e 61 distritos no Estado.

“A política de expansão da Sanesul é de buscar sempre a universalização dos seus serviços. Hoje já atingimos a universalização com os serviços de água e devemos avançar na coleta tratamento e destinação final com esgotamento sanitário nos municípios que operamos”, explicou o diretor de Administração e Finanças, André Luis Soukef Oliveira.

Para Segundo diretor-presidente da MSGÁS, Rudel Espíndola Trindade Junior, para chegar a estes resultados basicamente o caminho tem sido otimizar compras reduzindo custos e gastos, visando sempre o lucro.

“Quebramos paradigmas. Estamos tendo lucro todos os anos. Com isso, pagamos dividendos que são usados para obras prioritárias, escolas, saúde e segurança. É um círculo virtuoso, fruto de uma metodologia moderna de gestão”, explica Rudel.

O cenário nacional, no entanto, é muito diferente. Painel divulgado pelo Tesouro Nacional mostra que os estados tiveram prejuízos de cerca de R$ 14 bilhões no ano passado com empresas estatais estaduais.

Em 2018, os governos locais repassaram R$ 16,1 bilhões a empresas públicas, entre reforço de capital e subvenções, mas receberam apenas R$ 2,2 bilhões em dividendos. Do total de estatais analisadas, 43,4% tiveram prejuízo em 2018.

Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Com totens indicativos, produtos de MS ganham destaque nas prateleiras
Campanha “Compre de MS” busca incentivar consumo de produtos da indústria local
Economia
Caixa abre agências neste sábado para beneficiários do auxílio
Economia
Capital: Cesta básica teve alta em julho, diz Dieese
Economia
Associação Comercial não quer fechamento da capital por 14 dias
Economia
Ministério da Economia quer o fim da meia-entrada nos cinemas
Economia
Salário de servidores estaduais é pago nesta segunda
Economia
Receita prorroga suspensão das ações de cobrança até 31 de agosto
Economia
Estado paga servidores no dia 4
Economia
Há 8 anos, vencedores de concessão aguardam prefeitura finalizar Terminal de Cargas
Economia
BRF afirma que China suspendeu exportações de frango de Dourados

Mais Lidas

Economia
Com totens indicativos, produtos de MS ganham destaque nas prateleiras
Campanha “Compre de MS” busca incentivar consumo de produtos da indústria local
Saúde
Vídeo: Recém-nascido recebe alta após superar coronavírus em MS
Internacional
Polícia tenta impor distanciamento em praia e é atacada
Geral
Focos de incêndios no Pantanal ultrapassam os 3,5 mil apenas em Corumbá