Menu
Busca sexta, 18 de outubro de 2019
(67) 99647-9098
Educação

MEC anuncia desbloqueio de R$ 2 bilhões

A maior parte da verba irá para universidades e institutos federais

30 setembro 2019 - 13h38Sarah Chaves, com informações da Agência Brasil

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou nesta segunda-feira (30), em Brasília, que o governo desbloqueou R$ 2 bilhões para Ministério da Educação (MEC), o qual destinará 58% dos recursos para recompor o orçamento das universidades e institutos federais.

Os recursos, segundo o MEC, cobrirão despesas de custeio como gastos com água, energia elétrica, aquisição de materiais de consumo e outras prestações de serviço. A liberação está prevista no decreto 10.028 publicado no Diário Oficial da União na última sexta-feira (27).

Ao todo, o governo desbloqueou R$ 8,3 bilhões do Orçamento deste ano. Entre os ministérios, o que teve maior liberação foi o da Educação, com R$ 1,99 bilhão.

Do total desbloqueado no MEC, as universidades receberão R$ 1,156 bilhão. Com isso, essas instituições, que tiveram, em média, 30% dos recursos discricionários bloqueados no início do ano, seguirão com 15% dessas verbas contingenciadas, segundo Weintraub. 

No início do mês, outros R$ 584 milhões foram disponibilizados às instituições. Com a liberação, seguem bloqueados no MEC R$ 3,8 bilhões.

“Tudo isso vem de recursos suados do pagador de imposto, de famílias que deixam de consumir para pagar”, disse o ministro da Educação. “Estamos administrando uma situação crítica com qualidade técnica”, explicou.

Demais recursos

Os demais recursos descontingenciados serão destinados à educação básica, concessão de bolsas de pós-graduação e realização de exames educacionais, de acordo com o MEC.

Para o Programa Nacional dos Livros Didáticos (PNLD), serão destinados R$ 290 milhões, o que, segundo o ministério, o que garante a continuidade do programa em 2020. Esse programa visa a compra e distribuição de livros didáticos para escolas públicas.

Outros R$ 270 milhões serão voltados para o pagamento de bolsas de estudo vigentes concedidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) receberá R$ 105 milhões para aplicação de exames e formulação de políticas educacionais

Deixe seu Comentário

Leia Também

Educação
Novas estruturas da UEMS de Mundo Novo serão inauguradas nesta sexta
Educação
Conheça as principais sugestões de temas da redação do Enem 2019
Educação
Lei levará material educativo e palestras sobre abuso sexual em escolas
Educação
Inep divulga os locais de provas do Enem
Educação
Locais de provas do Enem serão confirmados nesta quarta
Educação
Oposição vence eleição no IFMS
Educação
Ministro da Educação diz que "acabou o risco de não ter Enem"
Educação
MEC abrirá 1,5 milhões de vagas em educação profissional até 2023
Educação
Folha coloca UFMS como a melhor universidade do estado
Educação
MEC divulga dados preliminares do Censo Escolar 2019

Mais Lidas

Polícia
Assalto em aeroporto leva pânico a passageiros e deixa dois seguranças baleados
Geral
Condutora bate carro no muro do Detran em exame para tirar a CNH
Polícia
Briga em bar termina com dois homens esfaqueados
Esportes
Vascaínos são espancados por flamenguistas em posto