Menu
Busca domingo, 12 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Esportes

Após pressão da torcida, Conselho do Palmeiras aprova 'Diretas Já'

02 outubro 2012 - 09h52Sergio Barzaghi / Gazeta Esportiva

O conselho do Palmeiras aprovou por unanimidade, na noite desta segunda-feira, a proposta que dá ao sócio palmeirense a opção de votar para as eleições presidenciais do clube a partir de 2014 (ano que não haverá eleição para o cargo máximo da diretoria). Todos os 191 conselheiros presentes na Academia de Futebol votaram a favor das diretas, projeto defendido de maneira semelhantemente unânime pela torcida.

A aprovação das eleições diretas significa uma mudança histórica no Palmeiras. O próximo pleito, marcado para janeiro de 2013, não deverá ocorrer desta maneira, já que não haveria tempo hábil para organizar o processo. Dessa forma, somente em 2015, já que o mandado para o cargo máximo da diretoria da equipe de Palestra Itália é de dois anos.

A vitória das "Diretas Já" por unanimidade surpreende. O ex-presidente Mustafá Contursi, que se mostrara contrário ao projeto anteriormente, manifestou-se a favor no pleito desta segunda-feira, marcado pela presença de cerca de 400 torcedores na porta da Academia de Futebol. O grupo de palmeirenses posicionados à frente do Centro de Treinamento da equipe exigia a aprovação do novo método para definir o presidente.

Agora com a aprovação do Conselho Deliberativo, anteriormente visto como o único entrave para a entrada da democracia no Palmeiras, a definição para as eleições diretas do Palmeiras partem para os associados, maiores interessados na nova proposta. No pleito que reunirá os sócios do clube, marcado para o próximo mês de novembro, o "sim" desta segunda-feira precisará ser repetido por 50% dos votantes.

Os cerca de 400 torcedores presentes na porta da Academia de Futebol apoiaram de maneira pacífica a aprovação da eleição direta. Com faixas a favor do método e também contra o atual presidente, Arnaldo Tirone, os palmeirenses permaneceram no local até às 21h (de Brasília), momento em que se encerrou a espera para o início da reunião desta segunda-feira.

No pleito, 191 membros do Conselho Deliberativo se apresentaram, já 93 não estiveram na reunião. As grandes ausências foram o ex-presidente Luiz Gonzaga Belluzzo e Paulo Nobre, candidato derrotado por Arnaldo Tirone na última eleição. Ambos apresentaram motivos pessoais para não comparecerem à Academia de Futebol.

Depois da aprovação das "Diretas Já", seis emendas de regulamentação sobre o projeto, que definirá democraticamente o presidente palmeirense, seriam votadas na reunião desta segunda-feira. Contudo, o mandatário do Conselho Deliberativo, José Ângelo Vergamini, suspendeu os trabalhos para o dia 22, após alguns conselheiros iniciarem um bate boca e tornarem o clima do local tenso. Nestes 15 dias, as propostas serão novamente analisadas.

Via Terra

PMCG Refis

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Conmebol anuncia retorno da Libertadores para 15 de setembro
Esportes
Botafogo de Ribeirão vê ilegalidade na volta do Campeonato Paulista
Esportes
Live: Rodeio sem público começa nesta quinta em Chapadão do Sul
Esportes
Fluminense supera Flamengo e conquista Taça Rio
Esportes
Governo de SP autoriza volta do jogos de futebol em 22 de julho
Esportes
Veja onde assistir Fluminense x Flamengo de graça
Esportes
Campo Grande sediará a Liga das Nações que foi adiada para 2021
Esportes
Fluminense perde para o Volta Redonda na reestreia de Fred
Esportes
Nenê testa positivo para covid-19 e está fora do Campeonato Carioca
Esportes
Amigos do Parque volta com nova formatação durante pandemia

Mais Lidas

Brasil
Estudante picado por naja no DF tem melhora no quadro de saúde
Cultura
Almir Sater promove Live Pantaneiros do Bem
Geral
Jovem morre após ser arremessada de veículo durante acidente
Polícia
Polícia impede furto em agência bancária do interior