Menu
Busca quinta, 16 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Esportes

Lyoto bagunça pesos médios do UFC com boa atuação e respeito a amigo

28 outubro 2013 - 11h39Via Uol
Era uma grande incógnita como Lyoto Machida reagiria à descida de categoria, dos meio-pesados (93kg) para os médios (84kg). São comuns lutadores que, quando passam por esse processo, perdem velocidade, força e condicionamento físico. Mas não foi o que aconteceu com o brasileiro em sua vitória sobre Mark Muñoz, no UFC em Manchester, no último sábado.

Rápido e forte como em seus melhores momentos no peso de cima, apesar de assustadoramente mais magro, Lyoto foi muito bem taticamente. Com o jogo de quadril clássico manteve o Muñoz longe. O norte-americano não iria tentar derrubar Machida, sabendo que seria um enorme risco de tomar um golpe de encontro.

Em seguida, Lyoto passou a usar os chutes na linha de cintura. Mark estava jogando com a guarda muito alta, conhecendo os diretos do amigo. Com a parte baixa do corpo desprotegida, o brasileiro começou a atacar ali. Foram três chutes muito fortes e certeiros.

Então, Muñoz baixou a guarda pra proteger a linha de cintura. Vendo isso, Lyoto deu o chute do nocaute. Mark ainda levantou a mão, mas ela não estava tão firme pra fazer a defesa, pois estava subindo na hora do golpe.

Mais que se apresentar bem, Lyoto Machida bagunçou completamente a categorias dos médios com essa atuação. Ela o coloca direto entre os mais bem colocados do ranking. Ele mesmo disse que quem definirá seu próximo passo, em que peso lutará, será o UFC. Mas é difícil Dana White não mantê-lo entre os médios depois dessa vitória.

O brasileiro já disse que sua vontade agora é de enfrentar um compatriota: Vitor Belfort, luta que já foi especulada este ano. Gegard Mousasi também disse que quer fazer sua estreia nos médios contra Lyoto. Mas seja quem for seu próximo adversário, uma nova vitória o coloca muito perto de uma disputa de cinturão, podendo furar a fila e passar à frente até mesmo de Belfort ou Ronaldo Jacaré.

Respeito a amigo abre bom precedente

Era nítido um clima estranho entre Lyoto Machida e Mark Muñoz durante o combate. Estava no ar o desconforto por amigos estarem se enfrentaram. Apesar disso, mostraram profissionalismo durante o combate, principalmente o brasileiro.

Depois de dar o golpe derradeiro, Lyoto ainda podia ter dado alguns socos com Muñoz no chão, acordado mas sem reação, já que o árbitro central estava muito longe e demorou para encerrar o combate. No entanto, segurou o rival e não atacou o rival, mesmo correndo o risco de que ele levantasse.

O discurso dos dois após a luta foi nesse sentido, de manter a amizade e sem perder o profissionalismo. Eles até jantaram juntos depois. Com isso, o próprio Machida abre um bom precedente, principalmente se aproximar-se da disputa de cinturão dos médios. Se seu amigo Anderson Silva retomar o título no final do ano, isso não seria um empecilho para ele tentar ser campeão do UFC novamente.
Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Atletas da capital vão representar MS em Campeonato Jiu-Jitsu
Esportes
Yeltsin Jaques "fez história na Paralimpíadas de Tóquio", diz Rose Modesto
Esportes
Yeltsin Jacques é recepcionado pelo Corpo de Bombeiros no Aeroporto nesta terça-feira
Esportes
Tóquio 2020: Cerimônia de encerramento encanta com a beleza da diversidade
Esportes
Anvisa paralisa jogo Brasil x Argentina e jogadores poderão ser deportados
Esportes
Campeonato Brasileiro de Handebol acontece de 03 a 07 de setembro em MS
Esportes
MS recebe Campeonato Brasileiro de Handebol neste fim de semana e feriado
Esportes
Primeiro ouro de parataekwondo da história vai para brasileiro
Esportes
Brasil enfrenta Chile pelas Eliminatórias da Copa do Catar
Esportes
Yeltsin Jacques quebra recorde e conquista o 100º ouro do Brasil em Paralimpíadas

Mais Lidas

Polícia
Corpo é encontrado esquartejado em sacos de lixo
Geral
Ao vivo: Bebê transmite mãe tomando banho no Facebook
Polícia
Jovem é presa por morder enfermeira na UPA do Coronel Antonino
Polícia
Mulher agredida com barra de ferro em espetinho no Aero Rancho contesta versão dada pelo dono