Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS outubro20
Esportes

Maracanã será entregue oficialmente à Fifa, dentro de um ano

02 março 2012 - 12h04Reprodução

As obras de reconstrução do Maracanã entraram na reta final e já têm data acabar: 28 de fevereiro de 2013. Daqui a quase um ano, a Fifa receberá do consórcio Maracanã Rio-2014, formado por Odebrecht, Delta e Andrade Gutierrez, o estádio completamente remodelado e em condições de sediar os jogos da Copa das Confederações, de 15 a 30 de junho, e da Copa do Mundo, no ano seguinte.

Evidentemente, as partidas ainda vão demorar a ser realizadas no local, por causa da preparação do gramado e dos últimos ajustes da Fifa. As "viúvas" do velho Maracanã já têm um cronograma completo para acompanhar o avanço das obras. No fim de março, será inaugurado um showroom bem maior que o anterior, em que torcedores e turistas poderão fazer um "test drive" do novo estádio. Eles poderão passar pelas novas roletas, conhecer o piso das instalações, checar o perfil da arquibancada e fazer o teste sentando-se nas novas cadeiras. A todo vapor Cadeiras, por sinal, que, de acordo com o projeto inicial, podem ter suas cores mudadas, tomando, por exemplo, as cores da bandeira do Brasil.

Uma medida sensata para evitar qualquer identificação — por mais distante que seja — com qualquer clube de futebol do Rio. Em setembro, os anéis da arquibancada estarão fechados, permitindo que, no mês seguinte, tenha início a instalação da última grande fase da obra, a colocação da cobertura de lona do anel. Uma produção multinacional, com partes sendo fabricadas em Minas, na Espanha e na Alemanha.

A partir de novembro, por sinal, os torcedores que passarem em ruas próximas ao estádio ou que o visitarem já poderão acompanhar os trabalhos de instalação da cobertura. Com a remodelação, o Maracanã tornou-se uma pequena cidade. No fim de março, em que o ritmo das reformas será acelerado, o número de operários chegará ao seu máximo, com 5.300. Atualmente, são cerca de 4.500 funcionários trabalhando praticamente 24 horas por dia, com turnos de 7h às 17h e de 19h às 5h. "Numa obra dessa dimensão, temos que pensar em tudo, pois vivemos numa minicidade.

O calor nas últimas semanas nos ajudou, pois a chuva sempre atrapalha os trabalhos. Mas precisamos fornecer água gelada, por exemplo, para milhares de operários", afirmou o engenheiro carioca (e alvinegro) Carlos Berardo Zaeyen, gerente de contrato, considerado o "governador" das obras. Um passeio pelas obras do estádio mostra que a fase de destruição é passado e que a construção chegou na reta final. Em alguns setores, já estão sendo marcados no chão os locais de banheiros, camarotes, etc.

Informações: Jornal "O Globo".

CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Onde assistir Athletico-PR x Flamengo pela Copa do Brasil
Esportes
Hamilton vence em Portugal e vira recordista de vitórias na Fórmula 1
Esportes
Sorteio define confrontos de brasileiros nas oitavas da Libertadores
Esportes
Confira os confrontos da segunda fase da Sul-Americana
Esportes
Tite convoca seleção com voltas de G. Jesus, Arthur, Militão e Vini Jr
Esportes
Corinthians e Flamengo se enfrentam pelo Brasileirão às 15h deste domingo
Esportes
Vídeo: Avião não consegue pousar por causa de chuva e assusta jogadores
Esportes
Ricardo Sá Pinto é oficialmente o novo treinador do Vasco
Esportes
Cristiano Ronaldo está com Covid-19 e é dispensado da seleção portuguesa
Esportes
Hamilton chega a 91 vitórias na F-1 e iguala recorde de Schumacher

Mais Lidas

Economia
Dólar perde força ao longo do dia, mas fecha em alta novamente
Polícia
Quatro pessoas são presas em operação contra exploração sexual de crianças e adolescentes
Política
AO VIVO: O que Vinicius Siqueira quer fazer por Campo Grande?
Brasil
Jovem que estava desaparecido a 24 dias é encontrado com vida