Menu
Busca terça, 07 de fevereiro de 2023
(67) 99647-9098
Geral

Campanha contra 'crimes de importunação' chega aos terminais da Capital

Ação conscientiza mulheres que passarem por isso a denunciaram o crime

17 março 2022 - 13h43Brenda Leitte, com CG Notícias
Sebrae Materia

Difícil encontrar uma mulher que já não tenha sido importunada sexualmente dentro de um transporte coletivo. Relatos de homens que aproveitam a lotação dos ônibus para se “aproximarem” das mulheres é comum. Mas apesar de muitas mulheres terem passado por isso, poucos levaram a história adiante e denunciaram o crime.

A lei de importunação sexual é antiga, data de 7 de dezembro de 1940, dentro do Código Penal. Mas mesmo assim, o crime é subnotificado e muitas mulheres não sabem nem como agir.

Para ajudar essas mulheres, não somente com informações, mas com apoio, a Prefeitura de Campo Grande, por meio da Subsecretaria de Políticas Públicas para a Mulher, iniciou nesta quarta-feira (16) uma campanha contra a importunação sexual nos transportes coletivos. Desenvolvida pela Defensoria Pública, a iniciativa, também conta com a parceria do Consórcio Guaicurus.

A ação, que começou dentro do Terminal Morenão, consiste na entrega de panfleto nos terminais com informações sobre o crime de importunação e de como buscar ajuda – denúncias podem ser feitas através do 190 (Polícia Militar) e 153 (Patrulha Maria da Penha), e de cartilhas produzidas pela Defensoria Pública. Os veículos também receberam cartazes informativos, que foram afixados para que os usuários saibam como agir nesses casos. Os motoristas também passaram por formação no sentido de estarem orientados de como agir. A Sectur esteve presente no evento com apresentações circenses.

“Nós sabemos que dentro do transporte coletivo ocorrem vários casos de importunação sexual. A importunação sexual é crime, deve ser denunciada e punida, portanto nós alertamos as mulheres e demais usuários que quando perceberem que uma está sendo importunada, imediatamente alerte o motorista, parem o veiculo, chamem a polícia para que seja encaminhado à delegacia”

A defensora pública de Defesa da Mulher e coordenadora do Nudem, Thaís Dominato Silva Teixeira, fala da importância da parceria.

“Essa campanha, em parceria com a Semu e Consórcio Guaicurus, traz visibilidade ao tema, amplia o conhecimento das mulheres sobre seus direitos, sobre a rede de atendimento, incentiva a denúncia e inibe os assediadores”, afirma.

A Semu esclarece, que junto ao Consórcio Guaicurus e o Sest/Senat já promoveu o trabalho de capacitação junto aos condutores em momentos anteriores e agora dá continuidade aos trabalhos por meio do Termo de Cooperação. O documento com a Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso do Sul foi assinado durante a Campanha dos 16 dias de Ativismo para o Combate à Importunação Sexual no Transporte Coletivo.

Sebrae Materia

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Apae inaugura reforma de oficina ortopédica e do Centro Médico e de Reabilitação
Geral
JD1TV: "Alô, Boate Kiss", cantor ironiza tragédia durante show pirotécnico
Geral
Melhores do ano CG: especialista alerta para golpe no Instagram
Geral
Energisa irá investir mais de R$ 23 milhões no Programa de Eficiência Energética
Geral
"Estamos caminhando para uma guerra mais ampla", diz Secretário-geral da ONU
Geral
JD1TV: Motorista fica ferida após carro cair em 'cratera' no meio da rua em MS
Geral
Comerciantes do Camelódromo pedem por sinalizações e quebra-molas à Câmara
Geral
Yanomamis denunciam o assassinato de três indígenas por garimpeiros ilegais
Geral
JD1TV: Entregador é flagrado abrindo e comendo marmita no centro da Capital
Geral
Riedel dá início às entregas de habilitações pelo CNH MS Social

Mais Lidas

Geral
Melhores do ano CG: especialista alerta para golpe no Instagram
Polícia
JD1TV: Depoimento de motorista de aplicativo desmente relato da mãe de Sophia
Polícia
Polícia fecha boca de fumo e prende quatro envolvidos no Parque Lageado
Polícia
Delegada revela que mãe e padrasto de Sophia planejaram mentir para a polícia