Menu
Busca domingo, 28 de fevereiro de 2021
(67) 99647-9098
Governo - campanha estado que cresce - Topo
Geral

Energisa sobre ranking do Procon: "não representa a eficiência"

Empresa alega que não se pode comparar empresas grandes com menores

20 janeiro 2021 - 16h49Matheus Rondon

A concessionária responsável pelo fornecimento de energia elétrica em Mato Grosso do Sul, Energisa, se pronunciou na tarde desta quarta-feira (20), após a publicação de dados da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS), onde havia a informação de que em 18 dias, o órgão já tinha 462 reclamações e a maioria se referia a empresa de água e luz. Em nota, a Energisa afirma que o ranking do Procon considera em seu número, além das reclamações, os atendimentos e orientações realizadas ao cliente. O ranking apresenta ainda um elevado número de reclamações improcedentes que somam 96% do total de atendimentos.

“A distribuidora reforça ainda que o ranking em número absoluto não representa a eficiência das empresas, pois empresas que tem poucos clientes são comparadas a empresas que atendem milhões de clientes, como é o caso da Energisa. Se considerarmos, portanto, os ajustes citados acima, a posição da empresa no ranking seria substancialmente alterada.”, explicou.

Segundo a empresa, ajustando o número no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), base dados que é utilizada pelo próprio Procon, o número correto seria: de 1º de janeiro de 2021 até este dia 20, o número considerado no Ranking pelo órgão deve ser de 90. Atendimentos e Orientações (Não são reclamações), são 60 e as reclamações improcedentes e arquivadas (Foram todas respondidas e não existia procedência) fica em 58.

Entenda:

O Procon divulgou a realização de 462 pedidos de providências por cidadãos que se  sentiram prejudicados em relação a prestação de serviços, cobranças indevidas ou vendas casadas, tanto por empresas comerciais como por concessionárias de serviços públicos, transporte aéreo, organizações de ensino ou operadoras de telefonia.

No total foram 17 empresas denunciadas. Na avaliação do superintendente do órgão Marcelo Salomão, o movimento é sinônimo da confiança do consumidor no trabalho desenvolvido pelo órgão.

As empresas com maior incidência de reclamações foram concessionárias de Água e Energia, além de operadoras de celular. Uma reunião deve ser agendada nos próximos dias com estas prestadoras de serviços.

Peniel - amigos da pizza

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Encerra amanhã as inscrições para concorrer a 150 apartamentos na capital
Geral
Júnior Mochi com Covid
Geral
Jovem de 18 anos morre em acidente de moto
Geral
Prêmio de R$ 30 mi pode ser pago na Dupla de Páscoa
Geral
COVID: Paraná entra em lockdown a partir desta sexta
Geral
Banco do Brasil ajuda estados e municípios a cobrar impostos via Pix
Geral
Homem é espancado após pegar mulher de traficante na capital
Geral
Michel Temer é vacinado contra a Covid-19 em drive-thru de SP
Geral
Um ano de coronavírus
Geral
Na Infraestrutura, Riedel tem o desafio de investir R$ 4,2 bilhões

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio