Menu
Busca quinta, 21 de março de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Funcionários da Santa Casa anunciam paralisação

O SIEMS pede o pagamento de salário e o restante do décimo terceiro

08 janeiro 2019 - 13h22Da redação

O Sindicato dos Trabalhadores na Área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul (SIEMS), anunciou nesta terça-feira (8), que a partir das 12h, aproximadamente 70% dos 1.400 profissionais em enfermagem da Santa Casa de Campo Grande podem iniciar paralisação por tempo indeterminado. Eles devem deliberar o ato em assembleia a ser realizada em frente ao saguão principal do hospital.

De acordo com o sindicato, o hospital não efetuou o pagamento integral do 13º salário e não tem previsão para quitar o salário da folha dezembro, com isso os trabalhadores devem permanecer em greve até que os pagamentos sejam efetuados. 

O presidente do SIEMS, Lázaro Santana, disse que a categoria sofre descaso e que está cansada. “Esses trabalhadores são chefes de famílias, têm suas responsabilidades financeiras para sobreviver, muitos têm filhos, têm materiais e matrículas para pagar em janeiro, todo esse descaso do poder público e do hospital em não solucionar o problema gera grandes danos psicológicos nesses profissionais”, critica.

Já o presidente do Sindicato de Enfermagem do Município de Campo Grande (SINTE/PMCG), Ângelo Evaldo de Macedo, disse ao JD1 Notícias que o sindicato corresponde aos concursados da prefeitura que trabalham no local, e eles, não irão aderir a paralisação. A categoria participou de um ato em frente ao Hospital Regional após a morte de uma colega da área, mas não fará greve. “É um movimento deles, a gente até soma e entende o pedido de pagamento, mas não posso chamar a categoria, até porque não é com esse segmento que tratamos o assunto”, disse.

O SIEMS pontua que 70% do valor do 13º salário foi pago aos trabalhadores, e os 40% restantes seria parcelado, mas com a informação de que não havia previsão para o pagamento da primeira parcela e do salário de dezembro que vence hoje,  5º dia útil do mês, sob a justificativa de falta de repasse de verbas federais, municipais e estaduais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Rio Miranda pode transbordar nos próximos dias, alerta Imasul
Geral
Pecuarista é autuado em R$ 41 mil por desmatamento ilegal
Geral
Debate sobre proibição do narguilé é adiado por falta de energia
Geral
Fumacê passa por 12 bairros nesta quarta
Geral
Reinaldo quer solução definitiva para assoreamento no Parque das Nações
Geral
"5º Costelão do Cotolengo Sul-Mato-Grossense" acontece em abril
Geral
Massacre em Suzano completa uma semana
Geral
Prefeito e governador entregam moradias no loteamento Bom Retiro
Geral
Drogasil e Drogaria São Leopoldo são autuadas pelo Procon
Geral
Superlua poderá ser vista hoje nas américas do Sul e Norte

Mais Lidas

Polícia
Orgia em motel vira caso de polícia
Polícia
Imagens fortes - Mais um é executado em menos de 24 horas na fronteira
Polícia
Vídeo - Um morre e outro fica ferido em execução na fronteira
Polícia
Adolescente é estuprada por quatro homens em Aquidauana