Menu
Busca quinta, 22 de agosto de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Funcionários da Santa Casa anunciam paralisação

O SIEMS pede o pagamento de salário e o restante do décimo terceiro

08 janeiro 2019 - 13h22Da redação

O Sindicato dos Trabalhadores na Área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul (SIEMS), anunciou nesta terça-feira (8), que a partir das 12h, aproximadamente 70% dos 1.400 profissionais em enfermagem da Santa Casa de Campo Grande podem iniciar paralisação por tempo indeterminado. Eles devem deliberar o ato em assembleia a ser realizada em frente ao saguão principal do hospital.

De acordo com o sindicato, o hospital não efetuou o pagamento integral do 13º salário e não tem previsão para quitar o salário da folha dezembro, com isso os trabalhadores devem permanecer em greve até que os pagamentos sejam efetuados. 

O presidente do SIEMS, Lázaro Santana, disse que a categoria sofre descaso e que está cansada. “Esses trabalhadores são chefes de famílias, têm suas responsabilidades financeiras para sobreviver, muitos têm filhos, têm materiais e matrículas para pagar em janeiro, todo esse descaso do poder público e do hospital em não solucionar o problema gera grandes danos psicológicos nesses profissionais”, critica.

Já o presidente do Sindicato de Enfermagem do Município de Campo Grande (SINTE/PMCG), Ângelo Evaldo de Macedo, disse ao JD1 Notícias que o sindicato corresponde aos concursados da prefeitura que trabalham no local, e eles, não irão aderir a paralisação. A categoria participou de um ato em frente ao Hospital Regional após a morte de uma colega da área, mas não fará greve. “É um movimento deles, a gente até soma e entende o pedido de pagamento, mas não posso chamar a categoria, até porque não é com esse segmento que tratamos o assunto”, disse.

O SIEMS pontua que 70% do valor do 13º salário foi pago aos trabalhadores, e os 40% restantes seria parcelado, mas com a informação de que não havia previsão para o pagamento da primeira parcela e do salário de dezembro que vence hoje,  5º dia útil do mês, sob a justificativa de falta de repasse de verbas federais, municipais e estaduais.

Prefeitura - Niver CG

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Detran quer romper com empresa que desligou radares no estado
Geral
Reforma deve conter déficit previdenciário e melhorar a economia, diz advogado
Geral
Ex-delegado morre atropelado pelo próprio veículo
Geral
Município do MS ficará sem água na sexta-feira
Geral
Com salário de até R$ 2,6 mil prefeitura abre seleção para assistência social
Geral
Presidente da Anoreg apoia projeto habitacional no Hotel Campo Grande
Geral
Aeroporto da capital opera com um cancelamento
Geral
"Exitosa", diz Coronel David sobre ação com sequestrador morto
Geral
Servidor público comete suicídio com cinto
Geral
Veículo capota durante transporte de pacientes para hemodiálise

Mais Lidas

Polícia
Rapaz de 18 anos é preso após dormir com namorada de 11 anos
Geral
Servidor público comete suicídio com cinto
Brasil
Vídeo mostra momento em que sequestrador é executado pelo BOPE
Polícia
Antes de suicídio, PM desabafa em carta de despedida