Menu
Busca domingo, 27 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Geral

Governo conclui residencial e deve entregar mais 2 mil casas na Capital

05 janeiro 2011 - 17h50
O governo do Estado inaugurou hoje a última etapa do residencial Ramez Tebet e planeja entregar 2 mil imóveis em Campo Grande até dezembro deste ano. De acordo com o secretário estadual de Habitação e Cidades, Carlos Marun, três residenciais serão inaugurados até o primeiro trimestre. Dois são com recursos do PAR (Programa de Arrendamento Residencial): residencial Arvoredo e Sargento Hércules. O primeiro, localizado na região da avenida Guaicurus, terá 144 apartamentos. O segundo terá 204 apartamentos. Ambos os projetos são destinados a famílias com renda de 3 a 6 salários mínimos. “Os apartamentos já estão prontos, mas estamos adequando a documentação”, explica Marun. O terceiro empreendimento é o residencial Nova Serrana, no Jardim Noroeste. Com recursos do programa “Minha Casa, Minha Vida”, serão 213 imóveis. Até dezembro deste ano, também devem ser inaugurados os residenciais Atílio Toniasso, com 176 apartamentos; Albino Coimbra I e II (288 apartamentos) e Sebastião Melo (192 apartamentos). De acordo com Marun, o maior projeto é o residencial Ronaldo Tenuta, próximo ao bairro Santa Emília. “Serão 860 casas para famílias com renda de até três salários mínimos. E vamos tentar entregar até dezembro”, salienta. Todos os projetos são frutos de parceria da União, governo estadual e prefeitura. Homenagem – Nesta quarta-feira, o governador André Puccinelli (PMDB) entregou 316 casas do residencial Ramez Tebet, próximo ao bairro Universitário. Ao todo, são 803 imóveis. As casas atendem famílias com renda de até três salários mínimos. De acordo com o superintendente da Caixa Econômica Federal, Paulo Antunes Siqueira esta parcela da população é a que mais necessita de projetos de habitação. “Em 2010 foi liberado R$ 1 bilhão para financiamento de moradias em Mato Grosso do Sul, mas admito que a faixa de zero a três salários mínimos tem grande quantidade de famílias precisando do benefício”. A inauguração do residencial que traz no nome a homenagem ao ex-senador Ramez Tebet emocionou a vice-governadora Simone Tebet. “As pessoas vêm me contar histórias envolvendo o meu pai. Como um funcionário que ia à Governadoria vender canetas. E meu pai, que era vice-governador, comprava. Ele ajudava a todo mundo. Ele não é lembrado pelas obras que deixou, mas pelo exemplo ético”, enfatiza Simone. Já Puccinelli recordou que Ramez esteve presente no lançamento do residencial. “Quando essa gleba urbana era arruada”.
Rota do Pantanal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Governo da início ao processo de licitação para restauração do Centro Cultural José Octávio Guizzo
Geral
Vídeo: Fogo no Nabileque consome até ponte
Geral
Motorista morre ao cair em barranco próximo a ponte do grego
Geral
Empresário morre após perder controle do carro na MS-276 e colidir contra uma árvore
Geral
Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 60 milhões
Geral
Está de volta a castração de felinos pelo CCZ
Geral
Denunciado por som alto, rapaz coloca fogo na casa do vizinho
Geral
Carlos Iglesias causa confusão em restaurante de São Paulo
Geral
"A grande culpa é de Sheiza", diz esteticista denunciada pela morte de estudante brasileira
Geral
Motociclista morre ao perder controle em curva e bater em árvore na praça do Preto Velho

Mais Lidas

Polícia
Operação manda mais 580 pessoas pra casa após toque de recolher
Educação
Audiência pública aponta que não há condições para volta às aulas na Capital
Polícia
Idoso é encontrado morto em valeta
Geral
Governo da início ao processo de licitação para restauração do Centro Cultural José Octávio Guizzo