Menu
Busca sexta, 17 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Geral

Horticultores utilizam aplicativo para rastrear o processo produtivo

CNA disponibiliza aplicativo que pode ajudar produtor rural a atender as novas regras Agri trace – Rastreabilidade Vegetal

14 fevereiro 2019 - 13h34Assessoria

A partir desse mês, os produtores de frutas e hortaliças terão que se adequar a normativa do Mapa – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento que define procedimento para a aplicação da rastreabilidade ao longo da cadeia produtiva de produtos vegetais frescos destinados à alimentação humana.

Com a regra os produtos vegetais, frescos ou seus envoltórios como caixas, sacarias e demais embalagens, devem estar devidamente identificados de forma a possibilitar o acesso, pelas autoridades competentes, aos registros de informações obrigatórias.

Esse é o tema da editoria ‘Mercado Agropecuário’ dessa segunda-feira. Para o superintendente do Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, Lucas Galvan, existem tecnologias que permitem e facilitam ao produtor o atendimento à legislação. “Para que os produtores possam se adequar de forma prática e eficiente, o Instituto CNA desenvolveu o Agri Trace Rastreabilidade Vegetal, um aplicativo que permite ao produtor o registro de seus dados pessoais, localização da propriedade, produtos comercializados, quantidade, numeração do lote, data de colheita e informações do comprador, conforme exigido pela instrução normativa”.

Entre outros dados, o sistema fornecerá a possibilidade do produtor detalhar as informações de origem como data de plantio, de colheita, definição do talhão plantado, insumos utilizados e os tratos culturais realizados e realizar a impressão de etiquetas com caracteres alfanuméricos, código de barras, QR Code ou qualquer outro método que permita identificar os produtos vegetais frescos de forma única e inequívoca.

Para Galvan, a normativa regularizará todo os elos dessa cadeia produtiva: “É importante o produtor rural se adequar, o quanto antes, considerando que os mercados podem começar  a exigir essa rastreabilidade antes mesmo de 2020. É uma segurança tanto para o consumidor como para o produtor”.

Com o aplicativo, os horticultores terão o benefício de um código de barras padronizado, reconhecido nacional e internacionalmente. Em todos os módulos haverá um painel de gestão que apresentará as principais informações para cada elo na cadeia de frutas e hortaliças.

A partir de fevereiro desse ano começa uma ação orientativa sobre o software até fevereiro de 2020.  Após esse período, considerando que a rastreabilidade da produção é regulada por lei, o produtor será obrigado a declarar as informações de seu modelo produtivo.

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Denatran passa a ser Secretária Nacional de Transição a partir de hoje
Geral
AJUDA: Funcionário da Assembleia Legislativa precisa de doação de sangue
Geral
Esacheu perde eleição para Jary Castro na Santa Casa
Geral
A Fazenda 13: Segura, peão! Vaca sobe em Nego do Borel
Geral
Livro com a vida do ‘Seu Thomaz das esfihas’ será lançado hoje
Geral
Vídeo: "Onda onda, olha a onda", Brasil pode ser atingido por tsunami
Geral
Vídeo: Adolescente é atacado por tubarão durante surfe
Cidade
"Esse é o novo normal", diz Marquinhos Trad sobre flexibilizações
Geral
Desempenho de MS na Paralimpíada faz governo ampliar bolsa a atletas do estado
Geral
Estudo aponta que queimadas no Pantanal mataram 17 milhões de animais em 2020

Mais Lidas

Polícia
Corpo é encontrado esquartejado em sacos de lixo
Geral
Ao vivo: Bebê transmite mãe tomando banho no Facebook
Polícia
Jovem é presa por morder enfermeira na UPA do Coronel Antonino
Polícia
Mulher agredida com barra de ferro em espetinho no Aero Rancho contesta versão dada pelo dono