Menu
Busca domingo, 22 de maio de 2022
(67) 99647-9098
Tjms Maio22
Geral

Número de acidentes na Euler de Azevedo cai 65%, segundo dados

A reclamação de usuários da pista e reivindicações foram atendidas no mês de junho

06 novembro 2018 - 10h42Da redação

A redução de 65% no número de acidentes trânsito ao longo da avenida Euler de Azevedo, em Campo Grande, foram anunciadas no portal oficial do governo do estado. A via foi revitalizada e concluída no mês de junho deste ano e até o momento foram registrados 13 acidentes no local.

Durante anos, a pista foi alvo de reclamações pela falta de segurança. Os moradores da região e usuários reivindicavam sinalização, recapeamento e a duplicação da via.

 “O problema era a avenida toda. Não tinha acostamento, em alguns pontos acumulava água, o asfalto não estava em boas condições, era remendo em cima de remendo e direto acontecia acidente aqui”, lembra o instrutor de autoescola Thiago Diogo, 31 anos, que trabalha e mora na região e agora comemora o aumento da segurança na via.

Segundo dados de relatório do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS), entre junho e setembro, de 2015, cerca de um ano antes do início das obras, o número de colisões somava quase o triplo: 37.

O chefe do setor de fiscalização do Detran, André Canuto, esclarece que “até aconteceram alguns acidentes depois da reforma, mas foram causados pela imprudência do condutor, que abusa da velocidade e não respeita a sinalização”.

Problema antigo

A Euler de Azevedo é utilizada diariamente como rota para quem vai a Rochedo e para as rodovias BR-163 e BR-262, além de ser acesso para populosos bairros como o conjunto José Abrão, Vila Nasser e Zé Pereira. 

As obras foram iniciadas em julho de 2016, com investimento do Governo do Estado de R$ 17,5 milhões, oriundos do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul (Fundesul). Entre as melhorias, a avenida teve a pista duplicada, o asfalto foi recapeado e foram instaladas muretas de contenção, cinco semáforos, faixas de pedestre, sendo duas passarelas elevadas (traffic calming).

 

Energisa

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Prefeito de Pedro Juan Caballero morre após atentado
Geral
Com 80 lotes de veículos, Detran-MS abre leilão para sucata inservível e aproveitável
Geral
O drama de Delinha
Geral
Campanha do Agasalho: saiba onde doar itens de inverno para cães e gatos na Capital
Geral
Sextou sem dindin: Caixa e Nubank apresentam instabilidade
Geral
Mãe entra em trabalho de parto e bebê nasce na BR-163 na Capital
Geral
Unicef critica aprovação da educação domiciliar na Câmara
Geral
Gusttavo Lima para carro e aplaude fã que cantava sua música; vídeo
Geral
JD1TV: "Motivo de orgulho", diz Longen em comemoração à indústria
Geral
Sérgio Martins toma posse hoje na Academia de Letras de MS

Mais Lidas

Polícia
Assassinato de jovem no Aero Rancho pode ter sido motivado por vingança
Polícia
JD1TV: Jovem de 21 anos é morto a tiros no Aero Rancho
Geral
O drama de Delinha
Polícia
Motociclista que morreu após acidente na Joaquim Murtinho não tinha CNH