Menu
Busca sexta, 03 de julho de 2020
(67) 99647-9098
Geral

Onça fujona é solta no habitat natural e terá monitoramento inédito em MS

31 agosto 2011 - 15h21Edemir Rodrigues

A onça pintada que escapou das jaulas e foi capturada duas vezes no Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras) em Campo Grande foi solta em seu habitat natural no início da manhã desta terça-feira (30). O felino recebeu um rádio colar equipado com GPS e rastreamento via satélite e, de acordo com técnicos da equipe que coordenou a soltura, será o primeiro animal da espécie monitorado com essa tecnologia.

O diretor do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) Roberto Gonçalves não divulgou o local onde o animal foi libertado. Segundo ele, estudos genéticos feitos previamente no felino mostraram o local adequado para a soltura.

De acordo com o analista ambiental do Centro Nacional de Conservação de Mamíferos Carnívoros, Peter Crawshaw, que junto com o Imasul deverá monitorar o bicho, explica que a onça é natural de regiões de cerrado e conhecer o habitat dela é fundamental para o sucesso da operação. "O importante é que ela consiga se inteirar na população local de onças", explica.

Segundo ele, o colar capta a movimentação da onça e encaminha as informações por e-mail para os responsáveis. Não existem onças monitoradas em conjunto por GPS e satélite. "Isso não tira a necessidade de fazer um monitoramento no local onde ela está", explica Crawshaw.

A pintada deve estar se aproximando dos dois anos de vida, segundo o analista, e deve estar pronta para procriar em breve. Isso será um dos sinais que a soltura obteve sucesso.

"Esse é um experimento para saber se essa técnica de introdução pode ser empregada e como", afirma Crawshaw.

De acordo com o analista, o ideal era que a onça tivesse aprendido a sobreviver sozinha durante o crescimento, o que não ocorreu devido ao cativeiro. Contudo, as fugas mostraram que ela era capaz de sobreviver ao ambiente. "Ela sobreviveu e ganhou peso", explica.

Segundo Crawshaw, em três ou quatro meses será possível obter dados e informações para saber houve a readaptação e reprodução do felino.

Totem_Alcool Gel

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
"Crianças estão imunes ao coronavírus", diz Marcelo Crivella
Geral
Vídeo: Esposa de governador afirma que ninguém deve doar marmita à moradores de rua
Geral
Filho de Leonardo diz estar 'valorizando mais a vida' após acidente em rio
Geral
Vídeo: Priscilla Alcântara critica muros construídos entre cristãos e LGBTs
Geral
Último dia para aderir ao Refis da Saúde com até 100% de desconto
Geral
Outback dá crédito extra e faz doação a cada R$100 no cartão presente
Geral
Procon flagra produtos vencidos e diferença de preços nas Americanas do centro
Geral
Trabalhador morre engasgado com carne após terminar serviço
Geral
Mayra Cardi revela que descobriu 16 amantes de Arthur Aguiar
Geral
Atherson se recupera após cirurgia bem sucedida na Santa Casa

Mais Lidas

Polícia
Após assediar jovem, perseguidor do Sedan prata é liberado pela polícia
Geral
"Crianças estão imunes ao coronavírus", diz Marcelo Crivella
Política
Ministério da Segurança ainda pode ser recriado pelo Governo
Cidade
Confira o itinerário de fumacê contra o Aedes Aegypti em oito bairros