Menu
Busca sábado, 25 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Geral

Trecho da BR-262 está parcialmente interditado

Uma erosão próxima à ponte sobre o Rio Paraguai é a causa da interdição

21 agosto 2018 - 09h43Da redação, com informações do O Pantaneiro

Nesta terça-feira (21) um trecho da BR-262, na altura do km 697,2, entre Miranda e Corumbá, foi parcialmente interditado devido a uma erosão próxima à ponte sobre o Rio Paraguai.

Segundo o site O Pantaneiro, a informação foi divulgada pela Neovia Engenharia, empresa responsável pela manutenção e conservação do trecho que compreende Anastácio até à ponte sobre o Rio Paraguai. Conforme o comunicado, os motoristas devem ter atenção redobrada no trecho.

A Neovia Engenharia, em parceria com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), já está mobilizada para realizar os reparos necessários. Os serviços de manutenção já foram iniciados, a pista está bem sinalizada e em breve será liberada nos dois sentidos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Bruno Covas recebe alta após 7ª sessão de quimioterapia
Geral
Motoristas de aplicativo criam associação para lutar por direitos
Geral
Mortes causadas por chuva em Minas Gerais sobe para 12
Geral
PM abrirá inscrição em curso para formação de sargentos na segunda-feira
As inscrições devem ser feitas exclusivamente no site da PM
Geral
Marun lamenta morte de Ibsen Pinheiro, ex-presidente da Câmara
Geral
Lei busca conscientizar sobre os riscos da ingestão de álcool durante gravidez
Geral
Sete pessoas se acidentam de moto todos os dias em Campo Grande
Geral
Na Showtech, Riedel ressalta investimentos em tecnologia
Geral
Energisa abre exposição de energia elétrica no Pátio Central
Geral
Vídeo - Motociclista toma “banho de merda” na Ernesto Geisel

Mais Lidas

Polícia
Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em terreno
Esportes
Internacional vence Grêmio nos pênaltis e ganha Copa São Paulo de Juniores
Geral
Bruno Covas recebe alta após 7ª sessão de quimioterapia
Polícia
Casal é preso com mais de R$ 400 mil em celulares e relógios