Menu
Menu
Busca quinta, 30 de maio de 2024
Secovi
Internacional

Irã promete medidas mais duras caso Israel responda a ataques

Presidente iraniano classificou ataque a Israel de medida defensiva

14 abril 2024 - 13h10Luiz Vinicius, com informações da Agência Brasil

O presidente do Irã, Ebrahim Raisi, afirmou neste domingo (14) que o ataque no sábado (13) a Israel foi “uma lição contra o inimigo sionista”, avisando Tel Aviv que qualquer “nova aventura” irá contar com uma resposta “ainda mais dura” de Teerã.

O presidente classificou o ataque, lançado por Teerã a Israel na noite de sábado e madrugada de hoje, de uma “medida defensiva” e de “legítima defesa”, numa resposta “às ações agressivas do regime sionista [de Israel] contra os objetivos e interesses do Irã”, nomeadamente o bombardeamento recente ao consulado do Irã em Damasco, na Síria.

Num comunicado publicado na sua página de internet, Ebrahim Raisi destacou que o ataque foi “uma ação militar decisiva”, apesar de o Exército israelense ter afirmado que a grande maioria dos drones, mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos lançados por Teerã foi interceptada.

O presidente do Irã deixou ainda um recado a Israel, alertando que, caso Tel Aviv ou os que apoiam aquele país “mostrem um comportamento imprudente, receberão uma resposta muito mais decisiva e violenta”.

“Durante os últimos seis meses, e especialmente durante os últimos dez dias, o Irã usou todas as ferramentas regionais e internacionais para chamar a atenção da comunidade internacional sobre os perigos mortais face à inação do Conselho de Segurança das Nações Unidas [ONU], diante das contínuas violações do regime sionista”, disse.

Considerando que falta capacidade ao Conselho de Segurança da ONU para cumprir “as suas obrigações”, o presidente iraniano argumentou que o Irã atuou “em defesa da sua integridade, soberania e interesses nacionais”.

Dessa forma, Raisi considerou que o ataque de sábado foi uma forma de “castigar o agressor [Israel] e gerar estabilidade na região”.

O Irã “considera a paz e a estabilidade na região como algo necessário para a sua segurança nacional” e, nesse sentido, “não poupa esforços para restaurá-la”, afirmou ele.

“Está totalmente claro para qualquer observador justo que as ações do regime sionista são de uma entidade ocupante, terrorista e racista, que considera que não está vinculada a deveres ou normas legais ou morais”, criticou.

Para o presidente do Irã, Israel, com a sua ofensiva na Faixa de Gaza, levou a cabo “uma campanha genocida” contra os palestinos, com “o apoio cúmplice” dos Estados Unidos.

No seu comunicado, Raisi aconselhou ainda aqueles que ajudam Israel a deixar de apoiar “cegamente” Tel Aviv, considerando ser essa uma “das principais causas” para que aquele país intensifique “violações das leis internacionais”.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Caso aconteceu no aeroporto de Schiphol, em Amsterdã, na Holanda
Internacional
Pessoa morre após entrar no motor de aeronave em aeroporto de Amsterdã
Os balões começaram a ser vistos sobrevoando o território sul-coreano na noite de terça-feira (28)
Internacional
Presentinho? Coreia do Norte envia balões com lixo e fezes para a Coreia do Sul
Passageiro "peladão" derruba comissária e obriga avião a fazer pouso de emergência
Internacional
Passageiro "peladão" derruba comissária e obriga avião a fazer pouso de emergência
Ataque israelense em Rafah
Internacional
45 pessoas morreram no ataque de Israel em Rafah no domingo
Príncipe Harry
Internacional
Príncipe Harry pode deixar sua casa nos EUA por causa do consumo de drogas
Donald Trump
Internacional
Trump é vaiado durante Convenção Nacional Libertária
Hamas ataca Israel
Internacional
Hamas volta a atacar Tel Aviv com foguetes
Ele tinha cidadania brasileira e israelense
Internacional
Exército de Israel recupera corpo de brasileiro sequestrado pelo Hamas
Várias "amiguinhas": Mulher tem mais de 150 larvas retiradas da boca
Internacional
Várias "amiguinhas": Mulher tem mais de 150 larvas retiradas da boca
Ebrahim Raisi
Internacional
Chefe das Forças Armadas do Irã ordena investigação sobre morte do presidente

Mais Lidas

Sensação térmica chegou a 1,7°C em Campo Grande durante a madrugada desta terça
Clima
Sensação térmica chegou a 1,7°C em Campo Grande durante a madrugada desta terça
Frio de gelar os ossos chega em MS
Clima
'Isfriô' demais: Sensação térmica bateu -1,3°C em Campo Grande na madrugada de hoje
Vítima morreu ainda no local
Polícia
Homem é morto a tiros após jogar salgado em dono de lanchonete
Secretário Hélio Peluffo, da Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística)
Geral
Obras da 1ª rodovia de concreto em MS devem começar neste ano