Menu
Busca quinta, 21 de fevereiro de 2019
(67) 99647-9098
Justiça

Elizabete Anache toma posse como desembargadora nesta quarta

A juíza a sexta mulher a ocupar o mais alto cargo no Poder Judiciário sul-mato-grossense

23 janeiro 2019 - 10h54Da redação com informações da assessoria

A juíza Elizabete Anache toma posse no cargo de desembargadora do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS) em solenidade nesta quarta-feira (23), no plenário do Tribunal Pleno do TJ-MS.

A magistrada será a sexta mulher a compor a mais alta Corte de Justiça do Poder Judiciário sul-mato-grossense e a primeira a alcançar o cargo pelo critério merecimento. O concurso de promoção ocorreu em sessão realizada no dia 12 de dezembro de 2018, na qual os desembargadores do Tribunal Pleno votaram o preenchimento da vaga deixada pelo Des. Manoel Mendes Carli, falecido em novembro.  Na lista tríplice figuraram também os juízes Luiz Antonio Cavassa de Almeida e Fernando Paes da Campos.

Trajetória

Elizabete Anache nasceu em Campo Grande e ingressou na magistratura em fevereiro de 1994, na 1ª circunscrição, depois de ser aprovada no XVI concurso de provas e títulos. Uma promoção em novembro do mesmo ano, levou a juíza para a comarca de Bataguassu.

Em novembro de 1996, foi promovida para Bela Vista, comarca de segunda entrância. Por remoção, em julho de 2000, passou a judicar em Aquidauana. Em novembro do ano seguinte, a juíza foi promovida para Campo Grande e titularizou a 1ª Vara de Família e Sucessões da Capital, comarca de entrância especial.

Em junho de 2009, por remoção, deixou a 1ª Vara de Família para titularizar a 17ª Vara Cível Virtual, onde permaneceu até a promoção para desembargadora. Integrou a Turma Recursal por dois anos.

Por três vezes atuou como juíza auxiliar da presidência do TJMS e também já foi juíza auxiliar da Corregedoria Geral de Justiça, onde permaneceu até janeiro de 2017. Atualmente integra o Tribunal Regional Eleitoral de MS (TRE/MS) na classe juiz de direito e é também a ouvidora eleitoral do estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
STF retoma julgamento sobre criminalização da homofobia
Justiça
Juízes tomam posse como membros efetivos do TRE-MS
Justiça
Nando e comparsa serão julgados na quarta-feira, pela morte de "Larissa"
Justiça
STF volta a julgar criminalização da homofobia
Justiça
STF debate amanhã criminalização da homofobia
Justiça
Escola Judicial de MS capacitou servidores do Judiciário
Justiça
Justiça aceita denúncia de associação criminosa e fraude em aeroporto
Justiça
STJ nega pedido de prisão domiciliar do médium João de Deus
Justiça
Nando pega mais dois anos de prisão por ocultação de cadáver
Justiça
Vínculo afetivo supera laços biológicos, decide TJ

Mais Lidas

Geral
Imagens fortes: Mulher perde 80% do lábio inferior após ser mordida em briga
Polícia
Depois de sair de festa, jovem morre ao capotar veículo no centro
Polícia
No centro, homem tenta fotografar partes íntimas de mulher
Polícia
Mulher é espancada após negar manter relações sexuais com marido