Menu
Busca domingo, 27 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Justiça

Justiça impede pais de visitarem filhos, vítimas de violência

As crianças viveram em lar marcado por alcoolismo e descontrole emocional

02 setembro 2020 - 17h05Matheus Rondon

Os desembargadores da 3 ª Câmara Cível mantiveram a proibição de visitas dos pais de duas crianças, uma de dois anos e outra de sete meses. Os responsáveis foram acusados de maus-tratos no ano de 2018 em Três Lagoas.

 As crianças tiveram a guarda cedida para parente por afinidade, elas foram institucionalmente acolhidas por providencia do Conselho Tutelar, da comarca de Três Lagoas, as meninas foram encontradas em situação de maus-tratos comeditos pelos, ambiente marcado pelo alcoolismo e violência domestica praticada pela mãe.

Após um mês do acolhimento, a ex- esposa de um falecido tio das crianças decidiu comparecer por vontade própria na unidade de acolhimento onde encontravam-se as crianças e afirmou ter interesse na guarda deles. Com a situação regularizada, a parente entrou com uma ação na justiça para tomada definitiva da guarda das crianças, alegando poder fornecer melhor qualidade de vida e estabilidade emocional e financeira.

A defesa dos pais afirma que a tia não permite visitas deles e por esse motivo pediram a retomada da guarda das filhas, afirmando que já fizeram tratamento para alcoolismo por seis meses, possuem alta médica e também emprego com renda fixa, alegando assim terem superado a situação de risco a família.

O relator do processo, Des. Amaury da Silva Kuklinski, julgou pela quantidade de boletins de ocorrências de violência, brigas, ameaças, comprovam a situação de maus-tratos, que é necessário afastar as visitas dos pais biológicos das crianças.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Nova diretoria da Aprems tomou posse nesta sexta-feira
Justiça
McDonalds indeniza cliente em R$ 10 mil por produto vencido
Justiça
"Houve uma conspiração", alega advogado de Flordelis
Justiça
Candidatos à eleição podem tirar certidões on-line pelo TJMS
Justiça
Espaço de eventos indenizará em R$ 20 mil casal por falta de água durante casamento
Justiça
Anhanguera deverá indenizar ex-aluna por cobrança indevida
Justiça
Ministério Público move ação contra contrato do Consórcio Guaicurus
Justiça
Mutirão DPVAT: 1.787 processos podem ser finalizados em 2020
Justiça
Judiciário retoma gradativamente as atividades presenciais nesta terça
Justiça
Juiz ouve testemunhas de acusação do assassinato de Carla nesta terça

Mais Lidas

Geral
Está de volta a castração de felinos pelo CCZ
Política
Mais de meio milhão de candidatos inscritos para disputar as eleições 2020
Polícia
homem quebra mesa na cabeça da mulher e tenta impedir PM de atender o caso
Internacional
Acidente aéreo na Ucrânia deixa 26 mortos