Menu
Busca domingo, 09 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Governo 01
Justiça

Lula tem pena reduzida

Os ministros do STJ votaram a favor da redução

23 abril 2019 - 16h37Joilson Francelino, com informações do portal UOL

Os quatro ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ), da 5ª Turma, decidiram nesta terça-feira (23) pela redução da pena do ex-presidente Lula de 12 anos e um mês, para oito anos e dez meses, no caso do tríplex em Guarujá-SP.

Com a decisão, Lula que está preso desde 7 de abril do ano passado na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, poderá ter direito ao regime semiaberto ou à prisão domiciliar, em setembro deste ano. A progressão para o regime semiaberto é prevista após o cumprimento de um sexto da sentença, considerando a redução no tempo de prisão.

Votaram a favor da redução os ministros Felix Ficher (relator do processo), Jorge Mussi, Reinaldo Soares e Ribeiro Dantas. A Quinta Turma do STJ é formada por cinco magistrados, mas um deles, Joel Paciornik, se declarou impedido de votar.

Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Paraguai não acha provas contra Ronaldinho e ex-jogador pode ser inocentado
Justiça
“Se não contermos a pandemia, colapso na Saúde é invitável”, diz defensor-geral de MS
Justiça
AO VIVO: Audiência de “fechamento” termina sem acordo
Justiça
AO VIVO: Audiência do “fechamento”, o que pensam as partes?
Justiça
Juiz barra presença de vereador em reunião de conciliação
Justiça
Indústria terá assento em audiência amanhã sobre “fechamento” da capital
Justiça
Justiça: Drogasil terá que indenizar cliente por assédio de atendente
Justiça
Caso Prior: Delegada encerra inquérito de suposto estupro
Justiça
Suspeito de ajudar milícia, delegado Obara é solto pela Justiça
Justiça
Justiça quer diálogo antes de decidir sobre “fechamento”

Mais Lidas

Saúde
Coronavírus: Com 441 novos casos, capital já registra 12.934 infectados
Geral
Coronel David deixa hospital e cumprirá isolamento em casa
Geral
Com link de live, defensoria diz que já atuou com a prefeitura na pandemia
Política
Bolsonaro nomeia Temer como chefe da missão de ajuda ao Líbano