Menu
Busca domingo, 22 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Governo Segurança
Justiça

Lula tem pena reduzida

Os ministros do STJ votaram a favor da redução

23 abril 2019 - 16h37Joilson Francelino, com informações do portal UOL

Os quatro ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ), da 5ª Turma, decidiram nesta terça-feira (23) pela redução da pena do ex-presidente Lula de 12 anos e um mês, para oito anos e dez meses, no caso do tríplex em Guarujá-SP.

Com a decisão, Lula que está preso desde 7 de abril do ano passado na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, poderá ter direito ao regime semiaberto ou à prisão domiciliar, em setembro deste ano. A progressão para o regime semiaberto é prevista após o cumprimento de um sexto da sentença, considerando a redução no tempo de prisão.

Votaram a favor da redução os ministros Felix Ficher (relator do processo), Jorge Mussi, Reinaldo Soares e Ribeiro Dantas. A Quinta Turma do STJ é formada por cinco magistrados, mas um deles, Joel Paciornik, se declarou impedido de votar.

Toka do Jacare - perkal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Por unanimidade, TSE julga improcedente ação de Bolsonaro contra Haddad
Justiça
Sanesul já pode renovar concessão em Dourados
Justiça
“Desvios foram praticados por ex-diretor”, diz Odilon em nota
Justiça
Odilon alegou aposentadoria para evitar investigação no TRF-3
Justiça
Justiça aprova norma de viagens nacionais de crianças e adolescentes
Justiça
Decisão polêmica atinge Sanesul em Dourados
Justiça
Lei criada por Kemp prevê punição a atos de discriminação racial no MS
Justiça
Audiências foram determinadas pela PF dia 13 de agosto; conheça a lista
Justiça
Supremo decide manter prisão de Giroto e de seu cunhado
Justiça
Caso Danúbio Azul – Claudinei, comparsa de Nando, vai a júri popular pela morte de Malu

Mais Lidas

Política
"Devem investigar", diz Reinaldo sobre filho
Polícia
Homem é executado em frente à casa de namorada
Brasil
PM é baleado com tiro de fuzil na cabeça
Polícia
Menina de 8 anos é morta com tiro nas costas vítima de bala perdida