Menu
Menu
Busca quarta, 22 de maio de 2024
TJMS Maio24
Justiça

Advogado pede reconsideração de liminar para soltura de "Claudinho Serra"

Demora na análise do HC é uma preocupação da defesa; advogado propõe o uso de tornozeleira eletrônica como alternativa à prisão

24 abril 2024 - 16h55Vinícius Santos     atualizado em 24/04/2024 às 16h57

O advogado Tiago Bunning pediu ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) a reconsideração de uma liminar para que seu cliente, Cláudio Jordão de Almeida Serra, o "Claudinho Serra", seja solto. 

"Claudinho Serra" está preso desde o dia 3 de abril em um presídio masculino, devido a um mandado de prisão expedido no âmbito da Operação Tromper, realizada pelo Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) em colaboração com o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO) e o Grupo Especial de Combate à Corrupção (GECOC), com autorização judicial.

A defesa de "Claudinho Serra" já havia recebido uma negativa para sua soltura em 9 de abril de 2024. Ele é apontado pelo MPMS como chefe de uma organização criminosa instalada na Prefeitura de Sidrolândia, onde a prefeita Vanda Camilo (PP), é  sua sogra.

Ao defender a soltura, o advogado argumenta que não existe mais risco na investigação criminal e tampouco na instrução criminal, pois todas as provas já foram colhidas mediante as quebras de sigilo e busca e apreensão que foram integralmente cumpridas. Manter o réu preso neste momento, após o término da investigação e com toda a prova resguardada, seria o mesmo que admitir que sua prisão cautelar é uma antecipação de pena, diz a defesa.

A defesa também reclama da demora na análise meritória do Habeas Corpus (HC). "Claudinho Serra" foi preso no início do mês, em 3 de abril de 2024, e não existe expectativa de data para o julgamento de mérito do writ.

A defesa disse em Juízo que entrou em contato com a Coordenador de Apoio às Sessões Criminais e foi informada que a próxima sessão do órgão está prevista para ocorrer apenas em 14 de maio de 2024. 

A defesa reitera e reafirma as condições favoráveis do réu, como ser primário e portador de bons antecedentes, possuir residência fixa, família constituída com esposa e dois filhos menores (um deles recém-nascido), que dependem dos seus cuidados, além de possuir atividade lícita no cargo de Vereador em Campo Grande, o que afasta qualquer risco de fuga. 

O advogado alega ainda que os crimes imputados ao réu (fraude a licitação, corrupção e organização voltada a este fim) não são praticados com violência ou grave ameaça a pessoa, o que também afasta eventual periculosidade de sua conduta.

O pedido de reconsideração deve ser analisado pelo relator Desembargador José Ale Ahmad Netto. "Claudinho Serra" é vereador em Campo Grande e seu mandato corre risco devido às 'faltas'.

JD1 No Celular

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp e fique por dentro dos acontecimentos também pelo nosso grupo, acesse o convite.

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no iOS ou Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Deputada Carla Zambelli e o hacker Walter Delgatti
Justiça
STF torna Zambelli e Delgatti réus por invasão ao sistema do CNJ
Senador Sérgio Moro
Justiça
AO VIVO: TSE dá início a julgamento de Sérgio Moro
Ministro Alexandre de Moraes
Justiça
STF suspende lei que proibia linguagem neutra nas escolas
Novo Fórum de Maracaju é vistoriado pelo Desembargador Sérgio Fernandes Martins -
Justiça
Presidente do TJMS faz vistoria em obra de R$ 8 milhões em Maracaju
A condenação se deu por lesão corporal leve e injúria estando em serviço
Justiça
Condenado a 10 anos, "Buguinho da Nhanhá" quer anular julgamento por morte de "Magrão"
Vereador Lívio Leite
Política
Dr. Lívio é empossado como vereador em meio a disputa na Justiça
Vítima morreu na Avenida Manoel da Costa Lima
Justiça
Justiça mantém prisão de acusado de matar jovem em saída de tabacaria em Campo Grande
Durante a sessão serão feitas as manifestações dos advogados de acusação e defesa contra a cassação de Sérgio Moro
Justiça
Julgamento de Moro no TSE será transmitido pelo JD1
Prefeita Adriane Lopes assinando o Projeto de Lei que altera e insere dispositivos ao Código
Cidade
Prefeita sanciona lei que permite entrada com água potável em eventos na Capital
MPF pede arquivamento de processo movido por Lira contra Felipe Neto
Justiça
MPF pede arquivamento de processo movido por Lira contra Felipe Neto

Mais Lidas

Francisco Jr. foi socorrido em estado grave e levado para uma unidade de saúde
Polícia
JD1TV: Moto de influenciador da Capital explode em acidente na BR-060, em Sidrolândia
Rapper morr3 após atirar na cabeç4 ao gravar vídeo; assista
Geral
Rapper morr3 após atirar na cabeç4 ao gravar vídeo; assista
Vereador Lívio Leite
Justiça
Vaga de Claudinho Serra na Câmara será de Dr. Lívio
Ele teria convivido normalmente com os corpos durante o final de semana, até ligar para a Polícia Militar e contar sobre o crime
Polícia
Com raiva após ficar sem o celular, adolescente mata pai, mãe e irmã em SP