Menu
Menu
Busca terça, 28 de maio de 2024
Secovi
Justiça

Defesa de Claudinho Serra reafirma pedido de liberdade e propõe tornozeleira eletrônica

Tiago Bunning destaca à Justiça que seu cliente é primário, possui residência fixa e não representa risco de fuga

19 abril 2024 - 07h43Vinícius Santos     atualizado em 19/04/2024 às 07h43

Tiago Bunning, advogado de Cláudio Jordão de Almeida Serra, o "Claudinho Serra", reafirmou sua solicitação ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) pela liberdade de seu cliente. Serra foi preso em 3 de abril como parte da Operação Tromper, conduzida pelo Ministério Público de Mato Grosso do Sul em colaboração com o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO) e o Grupo Especial de Combate à Corrupção (GECOC), com autorização judicial.

Ele já está há duas semanas na cadeia. O pedido de liberdade de Claudinho Serra, vereador em Campo Grande, foi inicialmente negado pelo TJMS. Agora, o caso será avaliado pela 2ª Câmara Criminal de forma colegiada, que também analisará os méritos que levaram à sua prisão.

Serra é acusado pelo Ministério Público de Mato Grosso do Sul de liderar uma organização criminosa que desviava recursos públicos e fraudava licitações na Prefeitura de Sidrolândia, onde a prefeita é Vanda Camilo (PP), sua sogra. Além de Serra, outras sete pessoas estão detidas sob suspeita de participação nos mesmos crimes.

Em memoriais protocolado no TJMS em 18 de abril de 2024, Tiago Bunning argumentou que não há justificativa atual para a prisão preventiva de seu cliente. Ele contestou os fundamentos utilizados pelo magistrado, afirmando que os eventos que embasaram a prisão ocorreram em 2022 e início de 2023, enquanto a prisão foi decretada apenas em abril de 2024, após mais de um ano.

Bunning ressaltou que Serra e os demais investigados foram exonerados de cargos na Prefeitura de Sidrolândia, onde supostamente ocorreram os crimes, e que todos os contratos com empresas investigadas foram cancelados pelo Poder Executivo. Ele destacou ainda que Serra é primário, com bons antecedentes, residência fixa em Campo Grande e uma família dependente de seus cuidados, o que afasta qualquer risco de fuga.

A defesa solicitou a substituição da prisão preventiva por medidas alternativas, como monitoramento eletrônico [tornozeleira] e pagamento de fiança, se necessário. O caso aguarda decisão dos desembargadores.

JD1 No Celular

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp e fique por dentro dos acontecimentos também pelo nosso grupo, acesse o convite.

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no iOS ou Android.

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Valor da tarifa de ônibus a R$1,75 vale apenas para usuários Smart Card/Cartão Cidadão
Justiça
Justiça manda começar perícia nas contas do Consórcio Guaicurus
Gabriela foi assassinada com vários disparos
Justiça
Prisão de homem acusado de auxiliar em feminicídio em Campo Grande é mantida
Defensoria garante passe livre a homem com problemas na visão em Campo Grande
Cidade
Defensoria garante passe livre a homem com problemas na visão em Campo Grande
Moraes determina que PF ouça delegado preso suspeito de planejar morte de Marielle
Justiça
Moraes determina que PF ouça delegado preso suspeito de planejar morte de Marielle
STF prorroga diretriz das cotas raciais em concursos públicos
Justiça
STF prorroga diretriz das cotas raciais em concursos públicos
Fachada da Câmara Municipal de Campo Grande -
Justiça
TJ manda empossar suplente filiado ao PSDB
Alexandre de Moraes
Brasil
Recursos de delações e condenações devem ser destinados pela União, diz STF
 Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) -
Interior
Ação judicial obriga reforma em unidade de acolhimento de Paraíso das Águas
F
Justiça
MPMS abre procedimento para acompanhar eleições municipais de 2024
Imagem da urna eleitoral eletrônica /
Política
Servidora pública de Douradina é condenada por propaganda eleitoral antecipada

Mais Lidas

Waldeli dos Santos Rosa -
Política
Ex-prefeito é condenado por espalhar "Deep Fake" em Costa Rica
Vítima morreu ainda no local
Polícia
Homem é morto a tiros após jogar salgado em dono de lanchonete
Campo Grande amanhece encoberta de névoa
Clima
Campo Grande amanhece com neblina e frio ganha novo aliado nesta segunda
Delegadas Elaine Benicasa e Analu Lacerda deram detalhes sobre o crime de Amalha Mariano
Polícia
Nova versão: Caminhoneiro matou corretora após discussão em caso extraconjugal