Menu
Busca quinta, 17 de outubro de 2019
(67) 99647-9098
Justiça

STF nega liberdade a Pezão

O governador foi preso na operação batizada de "Boca de Lobo"

10 dezembro 2018 - 08h41Da Redação

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, negou neste domingo (9) liberdade ao governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, que está preso desde 29 de novembro em quartel da Polícia Militar em Niterói, Região Metropolitana do Rio.

Pezão foi preso na operação batizada de "Boca de Lobo", baseada na delação premiada de Carlos Miranda, operador financeiro de Sérgio Cabral. Além do governador, outras sete pessoas foram presas. Ao todo, nove mandados de prisão e 31 de busca e apreensão foram expedidos pela Justiça.

Em sua decisão, o ministro do STF, Alexandre de Moraes, avaliou que não houve ilegalidade na prisão do governador do Rio de Janeiro.

"Nessa perspectiva, na?o ha? flagrante ilegalidade na compreensa?o firmada na decisa?o atacada, pois o entendimento desta Suprema Corte aponta no sentido de que o destacado modo de execuc?a?o e a gravidade concreta do delito constituem fundamentos ido?neos a? determinac?a?o da custo?dia cautelar para resguardar a ordem pu?blica", acrescentou.

O ministro negou a liminar, mas ainda haverá julgamento de mérito.

"Assim, neste jui?zo de cognic?a?o suma?ria, na?o se identifica manifesto constrangimento ilegal ao direito de liberdade do paciente a justificar a concessa?o de medida liminar para afastar a prisa?o cautelar decretada. A controve?rsia sera? analisada na oportunidade pro?pria do seu julgamento definitivo", concluiu Alexandre de Moraes.

O ministro avalia ainda ser "imperiosa" a necessidade de se garantir a ordem pública, "evidenciada sobretudo diante de fatos concretos aos quais se atribuiu extrema gravidade e que revestem a conduta de remarcada reprovabilidade e inega?vel prejui?zo ao era?rio".

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Votação sobre prisão em 2ª instância ficará para outra semana, diz Toffoli
Justiça
TJ mantém milícia presa e grupo deve seguir para presídio federal em Mossoró
Justiça
Taco com arame farpado vai para perícia
Justiça
Ministro notifica Bolsonaro a explicar acusação de queimadas às ONGs
Justiça
OAB recorre desição do CNJ sobre falta de igualdade entre os magistrados
Justiça
Projeto que agiliza divórcio de vítima de violência é aprovado na Câmara
Justiça
“Ostentação” de gerente da milícia, a preocupação do chefão, conheça o dia a dia do sub mundo
Justiça
AO VIVO – STF retoma discussão que pode mudar os rumos da Lava Jato
Justiça
“Desembargadores de merda”, gritava Jamil Name ao ser preso, diz Gaeco
Justiça
Sérgio Martins apresenta proposta para nova tabela de emolumentos

Mais Lidas

Geral
Vídeo - Léo Santana é barrado na Smart Fit da capital
Política
Sem André, MDB deve minguar em 2020
Polícia
Cansada de agressões, mulher mata e arranca o pênis do marido
Polícia
Homem comete triplo homicídio porque teriam zombado da "coragem" dele