Menu
Menu
Busca domingo, 16 de junho de 2024
Senar Junho24
Polícia

Rapaz torturou namorada com maçarico e lança-chamas improvisado por três dias

Vítima começou a ser mantida em cárcere privado após a comemoração de seu aniversário, no último sábado

30 janeiro 2023 - 21h47Brenda Assis e Vinicius Costa    atualizado em 30/01/2023 às 21h57

“Ela foi torturada com maçarico, teve pés e mãos amarradas com fita silver tape, cabelo queimado... várias partes do corpo queimadas, incluindo sua região íntima”, detalha a delegada da DEAM (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), Larissa Serpa, sobre o caso da jovem mantida em cárcere por três dias dentro da casa do namorado no bairro Vila Almeida, em Campo Grande.

À reportagem do JD1 Notícias, a delegada contou ainda que o cárcere começou depois da comemoração do aniversário de 20 anos da vítima. No caminho até a residência do rapaz, os dois discutiram e as agressões teriam começado.

“A partir de então ele começou a mantê-la em cárcere. Confiscou seu celular, não a deixava acionar nenhum familiar, socorro ou força policial. Deu início também as sessões de tortura, onde ele utilizou maçarico, isqueiro com inseticida criando um lança-chamas, água quente entre outras formas de tortura”, explica.

Durante os três agoniantes dias, a jovem teve ainda seu cabelo, rosto, partes íntimas e pernas queimadas pelo então namorado. Juntos há mais de um ano, o casal também trabalhava na mesma empresa, hoje ao sair para o serviço enquanto mantinha a jovem presa, o autor esqueceu o celular.

Aproveitando o golpe de sorte, a vítima mandou mensagem para irmão que acionou as equipes policiais. “Quando a guarnição chegou ao local, ele negou e tentou ludibriar os policiais militares, mas por fim eles conseguiram entrar e socorrer ela da situação”, conta Larissa.

Todos os objetos indicados pela jovem usados para tortura-la foram apreendidos pela perícia. Entre eles estão o maçarico, uma faca usada para ameaças, facas, isqueiros e até mesmo um ferro de passar, usado para queimar a vítima.

Em estado de choque, ela foi atendida pelo Corpo de Bombeiros e levada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), onde irá receber atenção médica antes de ir até a DEAM para prestar depoimento.

Considerando um crime “bem grave”, a delegada diz ainda que o caso será registrado como cárcere privado e tortura, pedindo inclusive a prisão preventiva do autor pelos crimes.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

 Após resgatar cobra, homem chama a polícia e xinga militares em hotel na Afonso Pena
Polícia
Após resgatar cobra, homem chama a polícia e xinga militares em hotel na Afonso Pena
Caso foi registrado na Depac Cepol
Polícia
Dupla é presa por assaltar e passar a mão na nádega de adolescente em Campo Grande
Junho Prata: Polícia Civil visita Casa de Convivência em ação de proteção aos idosos
Polícia
Junho Prata: Polícia Civil visita Casa de Convivência em ação de proteção aos idosos
Ribas do Rio Pardo ganha nova Unidade Operacional da PRF
Polícia
Ribas do Rio Pardo ganha nova Unidade Operacional da PRF
Mulher baleada em racha no Coophavila continua internada em estado grave
Polícia
Mulher baleada em racha no Coophavila continua internada em estado grave
Foto: Reprodução
Polícia
Hospital Regional apura queda de paciente que caiu do 6° andar em Campo Grande
Foto: Vinicius Costa
Polícia
Nois Tropica, Mas Não Cai; Saveiro capota e motorista sai 'ileso' no Jardim Monumento
Foto: Divulgação
Polícia
Logo após perder o emprego e a avó, jovem é encontrado morto em Água Clara
Foto: Nelson Gabiatti
Polícia
Motociclista sofre traumatismo craniano e morre no hospital após 'furar' preferencial
Suspeito foi preso ao lado da irmã
Polícia
Jovem é preso com arma que iria vender por R$ 4 mil em carro de aplicativo na Capital

Mais Lidas

IMAGENS FORTES: mulher morre após ser devorada por rottweilers em casa de prostituição
Polícia
IMAGENS FORTES: mulher morre após ser devorada por rottweilers em casa de prostituição
JD1TV: Jovens morrem ao caírem de 12 metros de altura enquanto esperavam show em boate
Internacional
JD1TV: Jovens morrem ao caírem de 12 metros de altura enquanto esperavam show em boate
À polícia, homem contou que disparo foi acidental, versão que é contestada por amigos da vítima
Polícia
Homem que deu tiro na cabeça de esposa passou em bar antes de voltar para local do crime
Vítima, que era pessoa com deficiência, não tinha família na Capital e era próxima dos vizinhos
Polícia
Marido de mulher baleada na cabeça já havia quebrado perna da vítima