Menu
Menu
Busca domingo, 23 de junho de 2024
UEMS Pantanal Tech - Jun24
Polícia

Rapaz torturou namorada com maçarico e lança-chamas improvisado por três dias

Vítima começou a ser mantida em cárcere privado após a comemoração de seu aniversário, no último sábado

30 janeiro 2023 - 21h47Brenda Assis e Vinicius Costa    atualizado em 30/01/2023 às 21h57

“Ela foi torturada com maçarico, teve pés e mãos amarradas com fita silver tape, cabelo queimado... várias partes do corpo queimadas, incluindo sua região íntima”, detalha a delegada da DEAM (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), Larissa Serpa, sobre o caso da jovem mantida em cárcere por três dias dentro da casa do namorado no bairro Vila Almeida, em Campo Grande.

À reportagem do JD1 Notícias, a delegada contou ainda que o cárcere começou depois da comemoração do aniversário de 20 anos da vítima. No caminho até a residência do rapaz, os dois discutiram e as agressões teriam começado.

“A partir de então ele começou a mantê-la em cárcere. Confiscou seu celular, não a deixava acionar nenhum familiar, socorro ou força policial. Deu início também as sessões de tortura, onde ele utilizou maçarico, isqueiro com inseticida criando um lança-chamas, água quente entre outras formas de tortura”, explica.

Durante os três agoniantes dias, a jovem teve ainda seu cabelo, rosto, partes íntimas e pernas queimadas pelo então namorado. Juntos há mais de um ano, o casal também trabalhava na mesma empresa, hoje ao sair para o serviço enquanto mantinha a jovem presa, o autor esqueceu o celular.

Aproveitando o golpe de sorte, a vítima mandou mensagem para irmão que acionou as equipes policiais. “Quando a guarnição chegou ao local, ele negou e tentou ludibriar os policiais militares, mas por fim eles conseguiram entrar e socorrer ela da situação”, conta Larissa.

Todos os objetos indicados pela jovem usados para tortura-la foram apreendidos pela perícia. Entre eles estão o maçarico, uma faca usada para ameaças, facas, isqueiros e até mesmo um ferro de passar, usado para queimar a vítima.

Em estado de choque, ela foi atendida pelo Corpo de Bombeiros e levada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), onde irá receber atenção médica antes de ir até a DEAM para prestar depoimento.

Considerando um crime “bem grave”, a delegada diz ainda que o caso será registrado como cárcere privado e tortura, pedindo inclusive a prisão preventiva do autor pelos crimes.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Hospital Marechal Rondon
Polícia
Homem não vê colega em vagão misturador e idoso morre esmagado em Jardim
A Polícia Civil recolheu quatro cápsula de arma de fogo que estavam ao lado do carro da vítima
Polícia
Conhecido da polícia, jovem sobrevive a tentativa de assassinato em Chapadão
O caso foi registrado na Depac Cepol em Campo Grande
Polícia
Mulher é agredida e sofre tentativa de homicídio em mercearia no Itamaracá
Dupla tenta render casal e idoso escapa da morte com tiro de raspão na cabeça no Amambai
Polícia
Dupla tenta render casal e idoso escapa da morte com tiro de raspão na cabeça no Amambai
Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News
Polícia
Homem agride e tenta enforcar criança de oito anos durante surto em Dourados
Motorista bêbado avança sinal vermelho e mata motociclista idoso na Mascarenhas de Moraes
Polícia
Motorista bêbado avança sinal vermelho e mata motociclista idoso na Mascarenhas de Moraes
Ele estaria cometendo o crime a luz do dia, no meio da praça
Polícia
Homem que se masturbava em praça de Batayporã é indiciado pela Polícia Civil
Ela voltava da faculdade para casa quando foi abordada pelo autor
Polícia
Travesti tem testículos esmagados por estuprador em matagal
Homem é atingido por bala perdida enquanto dormia no Jardim Colorado
Polícia
Homem é atingido por bala perdida enquanto dormia no Jardim Colorado
O caso foi registrado na Depac Cepol em Campo Grande
Polícia
Homem é encontrado morto pelo amigo na casa em que moravam juntos na 14 de Julho

Mais Lidas

Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Polícia
Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policial morto estaria envolvido em esquema de tráfico e roubo junto com o sargento
Polícia Civil esteve na empresa em que aconteceu o acidente de trabalho
Polícia
Trabalhador morreu prensado após esquecer de puxar freio de mão de caminhão
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policiais militares escoltavam caminhão roubado com drogas em Campo Grande