Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
(67) 99647-9098
Polícia

Acidente mata motociclista na MS-156

O condutor bateu em um caminhão de lixo e morreu na hora

28 dezembro 2018 - 07h37Da Redação

Um motociclista morreu na madrugada desta sexta-feira (28) em Dourados, após colidir em um caminhão de lixo. O acidente ocorreu na MS-156, entre o trevo do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) e o Jardim Guaicurus. 

De acordo com o motorista do veículo envolvido no acidente, de 50 anos, ele retornava do aterro sanitário quando Ailton de Azevedo Morais, 50 anos, que seguia no sentido contrário numa Honda CG Titan, invadiu a pista em que estava. 

Ainda conforme o condutor, houve a tentativa de desviar da moto, porém, o choque não foi evitado. 

Ailton acabou batendo na lateral do caminhão e seu corpo caiu sob o veículo. Equipes do Corpo de Bombeiros estiveram no local, porém, constataram a morte do homem antes de levá-lo ao hospital. No momento do acidente, chovia bastante e o caso é investigado pela polícia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Esfaqueado pela esposa, homem se tranca no banheiro para sobreviver
Polícia
Moraes determina quebra de sigilo de investigados e bloqueio de perfis na internet
Polícia
Jovem tenta se matar, liga pra ex, é impedido e xinga policiais
Polícia
Idoso é espancado ao negar vender cigarros à 50 centavos
Polícia
Bandido invade UBS na madrugada levando botijão e liquidificador
Polícia
Homem é encontrado morto em fazenda de MS
Polícia
Após perseguição jovem é preso com drogas e diz ser do PCC
Polícia
Vídeo – Motoqueiro é socorrido após colidir com carreta
Polícia
Vídeo – carro pega fogo no meio da rua
Polícia
Servidor federal é preso utilizando viatura para traficar maconha

Mais Lidas

Geral
Há um ano, tragédia que matou o campo-grandense Gabriel Diniz comovia o Brasil
Economia
Governo quer emprestar US$ 4,01 bilhões de bancos internacionais
Justiça
Ary Raghiant Neto será empossado Vice-Presidente do Conselho de Colégios da OAB do Mercosul
Política
“Não entendo o porquê a Energisa questiona a CPI se não existem irregularidades”, diz Orro