Menu
Busca sábado, 20 de abril de 2019
(67) 99647-9098
Polícia

Assassino de servidor se apresenta após ter prisão decretada

Dois dias depois do crime, o autor se apresentou, mas foi liberado

12 fevereiro 2019 - 13h57Da redação

Anísio Medeiros, 66 anos, conhecido como “Nico Bala”, principal suspeito de assassinar o servidor público, Márcio Mario Garcia de Souza, 41 anos, se entregou à polícia na segunda-feira (11), em Sidrolândia.

“Nico Bala” já tinha se apresentado na segunda-feira (30), dois dias após o crime, mas, como não tinha antecedentes criminais e não foi pego em flagrante, foi liberado após prestar depoimento.

Nesta semana, o delegado Diego Dantas pediu a prisão preventiva do assassino. “Nico” se apresentou ontem acompanhado de seu advogado e deve ser encaminhado para um presídio de Campo Grande.

Relembre

O crime aconteceu no último dia 28 de janeiro, em Sidrolândia. Segundo “Nico”, a briga tinha sido motivada depois que a vítima fez uma “brincadeira”. O autor relatou que os clientes do bar impediram a briga dentro do estabelecimento e ele resolveu ir para a casa. Quando estava no caminho, percebeu a aproximação de Márcio. “Nico” disparou e fugiu em seguida.

Mário Marcio era um dos diretores da Secretaria Municipal de Infraestrutura de Sidrolândia.

pmcg - prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Homem tem mãos decepadas, na fronteira
Polícia
Ministério da Informação no Afeganistão sofre ataque
Polícia
Mulher é assaltada e estuprada em Dourados
Polícia
Ex-nomeado da Segov é investigado por usar telefone em presídio
Polícia
Ex-radialista é morta com 24 facadas pelo sobrinho
Polícia
De "braços abertos", indígena é atropelada em rodovia
Polícia
Bandidos fingem ser clientes e trabalhadores são feitos reféns
Polícia
PMA multa mulher por colocar fogo em vegetação
Polícia
Jovem tem bicicleta furtada em estacionamento de supermercado
Polícia
Homem morre após se afogar em piscina

Mais Lidas

Polícia
Corpo de mulher é encontrado amarrado em árvore às margens da BR-262
Polícia
Homem tem mãos decepadas, na fronteira
Polícia
Ex-radialista é morta com 24 facadas pelo sobrinho
Geral
“Em tempos de crise a solução é inovar”, diz empresária