Menu
Busca segunda, 18 de fevereiro de 2019
(67) 99647-9098
Polícia

Camionete usada em atentado contra sobrinho de traficante é encontrada

O veículo foi incendiado e abandonado em uma estrada vicinal na zona rural de Pedro Juan Caballero

06 dezembro 2018 - 09h10Da redação

Uma camionete foi encontrada incendiada na manhã desta quinta-feira (6) na região de colônia na fronteira do Brasil com o Paraguai. O veículo teria sido utilizado por pistoleiros em um ataque a Pedro Gimenes, sobrinho do traficante Pavão, em Pedro Juan Caballero.

De acordo com o site Porã News, moradores da colônia Cerro Coraí encontraram o veículo e alertaram os investigadores da Divisão de Homicídios da Polícia Nacional do Paraguai em Pedro Juan Caballero. A camionete modelo GM tipo Blazer, cor branca teria sido incendiada no local.

Os agentes da Polícia Técnica realizaram  procedimentos de praxe e encaminharam o veículo para a base da Direção de Investigações de Casos Puníveis para uma melhor verificação. A hipótese é de que o mesma tenha sido utilizado no atentado contra o empresário Pedro Gimenes na tarde de terça-feira (4), em Pedro Juan Caballero.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Homem que furtou corpo de mulher do cemitério é preso bêbado
Polícia
Motociclista foge depois de atropelar e matar criança
Polícia
Adolescente é suspeita de matar filho recém-nascido
Polícia
Ao ver mãe sendo espancada, adolescente mata padrasto
Polícia
PF descobre depósito com quase uma tonelada de cocaína; seis foram presos
Polícia
Homem é esfaqueado após cobrar divida em bar
Polícia
Desaparecimento de jovem ainda é um mistério para a polícia
Polícia
Vídeo: Taxista é assassinado em briga de trânsito
Polícia
Dono de bar é executado na fronteira
Polícia
PRF apreende 12,8 kg de cocaína oculta em lataria de carro

Mais Lidas

Polícia
Desaparecimento de jovem ainda é um mistério para a polícia
Saúde
Câncer de ovário tem sintomas discretos e pode evoluir rapidamente
Geral
PM e PF apreendem contrabando de celulares avaliado em R$ 3 milhões
Geral
Boechat morreu de politraumatismo, aponta laudo do IML