Menu
Busca quarta, 30 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Polícia

Mulher é assassinada com requintes de crueldade, aponta Polícia Civil

Cinco pessoas, entre elas dois irmãos e a mãe deles são suspeitos pelo assassinato

05 dezembro 2018 - 10h36Da redação

A Policia Civil de Rio Brilhante por meio do Setor de Investigações Gerais (SIG) apresentou na terça-feira (4) o esclarecimento sobre o assassinato de Márcia Rodrigues Conceição, 35 anos, morta com requintes de crueldade em  agosto de 2017, na cidade de Rio Brilhante.

Cinco suspeitos foram apontados: Márlon Henrique dos Martyres, 22 anos, dois adolescentes de 16 e 17 anos irmãos de Marlon, um outro menor de 17 anos e um quinto envolvido que ainda não foi preso.

De acordo com o delegado Guilherme Sariam, a motivação do crime teria sido um desentendimento entre os suspeitos e a vítima por conta do uso de entorpecentes. Na noite do crime todos os envolvidos foram até a ‘’Estrada do Cadeado’’ a cerca de 4 Km do perímetro urbano da cidade. No local Márcia teria, segundo depoimento dos suspeitos, usado sozinha varias pedras de crack não deixando quase nada para os demais, isso acabou levando a uma seção de agressões por parte dos assassinos contra a mulher.

Márcia foi espancada até a morte com pedras e pedaços de um banco de madeira. O corpo foi despido e teve o rosto e a cabeça incendiados para dificultar o reconhecimento.

O casal de irmãos de 16 e 17 anos foram apreendidos e são acusados de outro assassinato, ocorrido em 2015, onde a vítima foi o gerente de uma frutaria, cujo o corpo foi encontrado três dias depois. A polícia apurou a participação da mãe deles, no crime. Mãe e filhos foram detidos por latrocínio (roubo seguido de morte) haja vista que a investigação demonstrou que o gerente foi morto e teve alguns objetos roubados e o interesse dos suspeitos era uma certa quantia em dinheiro que o gerente iria receber.

Um outro adolescente, de 17 anos, foi apreendido em agosto desse ano após confessar ter matado a transexual ‘’Fernanda da Biz’’ no mesmo mês. ‘’Fernanda’’ foi morta com mais de 70 golpes de faca e teve o rosto desfigurado depois de receber varias pedradas. O adolescente que é travesti, confessou esse assassinato, segundo ele, motivando por ciúmes, uma vez que a transexual estaria frequentando ‘’seu ponto’’ de prostituição próximo a uma conveniência da cidade.

O menor está recolhido em uma UNEI de Campo Grande. Ele é tratado pela polícia como um assassino extremante frio e que não demonstra arrependimento dos crimes que cometeu.

Márlon Henrique dos Martyres foi preso na cidade de Cruzeiro do Oeste, Paraná. Ele foi abordado naquela cidade e constatado que em seu desfavor havia mandão de prisão em aberto expedido pela Vara Criminal de Rio Brilhante. O suspeito foi escoltado até o município onde cumprirá a pena.

Um quinto suspeito, possivelmente envolvido no crime ainda não foi localizado. 

Marlon acima com policiais e abaixo os adolescentes infratores

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Vendedora é ameaçada de morte enquanto trabalha
Polícia
Marido bêbado tenta estuprar esposa enquanto dormia
Polícia
Vídeo: PMA fiscaliza 18 embarcações com pescadores no Rio Miranda
Polícia
Três pessoas são presas por tráfico de droga, posse de arma de fogo e munições
Polícia
Mulher é presa após xingar motorista de aplicativo de "preto fedido"
Polícia
Mulher apanha do marido com bebê de 8 meses no colo
Polícia
Em táxi, traficante é preso com cocaína avaliada em R$ 17 mil
Polícia
Jovem é assassinada com oito tiros na Capital
Polícia
Mais duas vítimas registraram boletim contra médico ginecologista
Polícia
DOF apreende caminhão de combustível com mais de 9.000 t de maconha

Mais Lidas

Cidade
Fumaça impede voos de combate ao fogo na Serra do Amolar
Política
TSE firma parceria com redes sociais para combate às fake news nas eleições
Turismo
“Vem, mas vem de máscara!”, campanha estimula turismo consciente
Internacional
Morre Quino, cartunista criador da 'Mafalda'