Menu
Menu
Busca sexta, 19 de abril de 2024
TJMS Abril24
Polícia

De Três Lagoas, cabelereiras são presas trabalhando ilegalmente no Catar

Elas acabaram sendo deportadas de volta para o Brasil, onde chegaram no último sábado (26)

29 agosto 2023 - 12h24Brenda Assis     atualizado em 01/09/2023 às 06h59

Três mulheres, naturais de Três Lagoas, foram deportadas após serem pegas no Kwuait. Elas teriam viajados para trabalhar no Catar de maneira ilegal. Duas das deportadas são mãe e filhas e chegaram ao Brasil no sábado (26).

Conforme o site Rádio Caçula, as mulheres teriam sido convidadas para trabalhar em um salão de beleza recém montado. Como o local não teve a movimentação esperada de clientes, elas acabaram ficando sem receber.

Como não tinham como se manter, acabaram sendo despejadas de onde estavam morando. Por sorte, conseguiram se abrigar na Embaixada do Brasil no país. Outras pessoas, de diversas nacionalidades, acabaram sendo detidas por motivos semelhantes.

Escreva a legenda aqui

Mesmo conseguindo emprego em outro salão de beleza, as três acabaram sendo alvo da legislação do país, pois por estarem registradas em outro estabelecimento, acabaram por serem conduzidas à delegacia, onde foram detidas e deportadas de volta ao Brasil.

A Lei de Residência e Trabalho do Catar é rigorosa à respeito de estrangeiros que trabalham no país, onde aqueles que são flagrados em situação irregular pelas autoridades do país árabe, acabam sendo presos pelo Departamento Geral de Assuntos de Residência (MOI) e devolvidos ao seu local de origem, onde é necessária muita atenção para quem viaja para esses países.

Uma das mulheres, voltou para Três Lagoas na segunda-feira (28), fazendo um alerta sobre o fato em suas redes sociais. Confira:

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motoentregador precisou ser intubado no local
Polícia
AGORA: Motoentregador fica em estado gravíssimo após atingir carro no Jardim dos Estados
Caso foi registrado na Depac de Dourados
Polícia
Jovem é agredida e estuprada por desconhecido: 'faz dias que estou de olho em você'
Corpo de Bombeiros encaminhou vítima para a Santa Casa
Polícia
JD1TV: Homem é baleado ao ser 'confundido' com outro na Vila Progresso
Caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Amambai
Interior
Mulher que matou homem esfaqueado foi presa no mesmo dia do crime em Amambai
Caso foi registrado na Depac Cepol
Polícia
Mulher surta, tenta bater na avó e mata 3 galinhas no Itamaracá
Caso foi registrado na delegacia de Corumbá
Polícia
Homem morre ao ser esmagado por caminhão no Pantanal
Imagem Ilustrativa
Polícia
Idoso condenado duas vezes por estupro de vulnerável é preso em Jardim
Carro é apreendido com contrabando na MS-455, em Sidrolândia
Polícia
Carro é apreendido com contrabando na MS-455, em Sidrolândia
Imagem ilustrativa
Polícia
Após vazar nude, mulher é condenada a pagar R$ 15 mil a amante do marido
Professor acusado de estuprar a filha de 7 anos é alvo de operação em Maracaju
Polícia
Professor acusado de estuprar a filha de 7 anos é alvo de operação em Maracaju

Mais Lidas

Aeronave de asa rotativa caída na grama no aeroporto
Geral
JD1 Urgente: Helicóptero cai no aeroporto Santa Maria
JD1TV: Após furtar moto, ladrão tenta extorquir soldado do Exército em Campo Grande
Polícia
JD1TV: Após furtar moto, ladrão tenta extorquir soldado do Exército em Campo Grande
Caramelo e Stivizinha
Comportamento
JD1TV: Animais de rua viram 'cãopanheiros' de serviço em atacadista e base da GCM da Capital
Professora grampeia bilhete em camisa de criança de 5 anos em Nova Friburgo
Geral
Professora grampeia bilhete em uniforme de aluno de 5 anos e gera revolta