Menu
Menu
Busca terça, 28 de maio de 2024
Secovi
Polícia

Motorista é preso ao ser flagrado com 26 toneladas de produtos ilegais

A empresa responsável pela carga foi multada em mais de R$ 15 mil

09 janeiro 2023 - 16h27Da redação, com informações da Assessoria

Um jovem motorista, de 29 anos, foi preso após ser flagrado transportando produtos químicos ilegalmente durante a noite de sexta-feira (6) em uma fiscalização na rodovia MS-141. A empresa responsável pela carga foi autuada apenas nesta segunda-feira (9).

De acordo com as informações policiais, uma equipe da PMA (Polícia Militar Ambiental) fazia fiscalização na rodovia quando foi abordado um caminhão Tractor Mercedes Benz, com uma carreta acoplada e carga perigosa de produtos químicos sendo transportada ilegalmente.

O veículo transportava 25.895 kg de produtos perigosos chinês, em tambores de lata e plásticos, sendo 55 kg de resina aditiva LV; 9.600 kg de Elastopan - Poliol; 150 kg de Aditivo Catalisador para Poliuretano Dabco 1027, Catalyst; 705 kg de Aditivo MEG; 20 kg de Aditivo Silicone; 2.878 kg de Elastopan - Isocianato; 12.397 kg Elastopan - Isocianato; e 90 kg GLYC, perigosos ao ambiente sem a licença ambiental. A carga seguia de Eldorado para a sede da empresa em Castanhal (PR).

Ainda conforme as informações, além de estar sem a licença ambiental, o transporte do produto perigoso era realizado sem haver no veículo as placas com os rótulos de riscos obrigatórios pelas normas para o transporte de produtos perigosos, bem como outras exigências legais.

O motorista, não possuía a autorização para transporte de produtos perigosos. Ele disse que era responsável pelo frete, que foi feito por contato direto com a empresa. O produto perigoso e o veículo foram apreendidos.

Por conta da apreensão, o jovem recebeu voz de prisão e foi encaminhado, juntamente com o material apreendido, à Delegacia de Polícia Federal de Naviraí, onde ele foi autuado em flagrante pelo crime ambiental. Ele e os responsáveis pela empresa responderão por crime ambiental e poderão pegar pena de um a quatro anos meses de reclusão.

A empresa proprietária do produto foi autuada multada hoje (9) em R$ 15.537,00. Depois de executado o flagrante, os produtos químicos foram encaminhados à Receita Federal em Mundo Novo. 

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Imagem Ilustrativa
Polícia
Jovem é preso tentando furtar o 5° carro usando um pedaço de garfo na UFMS
Juma foi morta na varanda de casa
Polícia
Homem é procurado por matar cadela com tiro na cabeça em Anastácio
Diante da 'viagem' que precisaram fazer, de aproximadamente 480km contado ida e volta, a operação de resgate durou 11h
Polícia
Peão cai de cavalo e é resgatado pelo Corpo de Bombeiros no Pantanal
Homem que estuprou a filha de 3 anos é preso em Jardim
Polícia
Homem que estuprou a filha de 3 anos é preso em Jardim
Imagem Ilustrativa
Polícia
Homem é esfaqueado durante roubo em ponto de ônibus em Corumbá
Braço da criança com hematoma
Polícia
Cuidadora de escola infantil é demitida após morder braço de criança de 3 anos
Estupradores presos pelo Choque tinham como 'alvo' crianças entre 5 e 13 anos
Polícia
Estupradores presos pelo Choque tinham como 'alvo' crianças entre 5 e 13 anos
O caso foi registrado na Depac Cepol em Campo Grande
Polícia
Será que é chifruda? Mulher bate na vizinha por conversar com seu marido no Lageado
Desesperado para achar sua cachorrinha, homem perde R$ 1 mil ao cair em golpe na Capital
Polícia
Desesperado para achar sua cachorrinha, homem perde R$ 1 mil ao cair em golpe na Capital
Imagem Ilustrativa
Polícia
Presos são alvo de operação por armazenar pornografia infantil em Corumbá

Mais Lidas

Waldeli dos Santos Rosa -
Política
Ex-prefeito é condenado por espalhar "Deep Fake" em Costa Rica
Vítima morreu ainda no local
Polícia
Homem é morto a tiros após jogar salgado em dono de lanchonete
Campo Grande amanhece encoberta de névoa
Clima
Campo Grande amanhece com neblina e frio ganha novo aliado nesta segunda
Delegadas Elaine Benicasa e Analu Lacerda deram detalhes sobre o crime de Amalha Mariano
Polícia
Nova versão: Caminhoneiro matou corretora após discussão em caso extraconjugal