Menu
Menu
Busca sábado, 25 de maio de 2024
Secovi
Polícia

Mulher denuncia radialista e psicóloga após ameaças, gravidez perdida e golpe

No meio do relacionamento, vítima descobriu casamento de homem e ainda perdeu mais de R$ 40 mil

07 abril 2023 - 12h10Luiz Vinicius     atualizado em 15/04/2023 às 13h16

Criar laços afetivos, iniciar um relacionamento, sonhar com uma família e ficar grávida, mas com apenas uma mensagem, tudo isso foi desmoronando aos poucos para uma mulher, de 42 anos, que terá a identificação preservada, pois sofreu ameaças, caiu em um golpe milionário e ainda perdeu seu bebê no início da gestação.

A comerciante procurou a Polícia Civil para denunciar o caso, registrado como estelionato, ameaça e violência sexual mediante fraude ainda no mês de março deste ano, mas que a reportagem teve acesso. Tudo isso aconteceu em Campo Grande, quando ela passou a se relacionar com um radialista, de 52 anos, bastante conhecido em um rádio da cidade.

O JD1 Notícias tentou contato com a vítima, mas não obtivemos sucesso. O espaço continua totalmente aberto para acréscimos de informações a respeito do caso.

A história começa com a comerciante relatando para a polícia que teve um relacionamento com o radialista por cinco anos. Tudo começou quando houve o primeiro contato, mas somente no ano seguinte, eles passaram a namorar. Desde o início, o homem se apresentava como solteiro, pois havia se separado.

O sonho da comerciante era ter uma família sólida, mas que todo esse encanto se perdeu com uma ligação e uma mensagem de quem dizia ser a esposa do seu "companheiro". A vítima soube que ele tinha um relacionamento de 17 anos com a mulher, uma psicóloga e não desconfiava de nada, pois frequentavam lugares públicos, festas e eventos, inclusive, postando fotos nas redes sociais.

Para piorar a situação da vítima, o radialista se ofereceu para vender o veículo da comerciante com a justificativa que compraria um carro melhor. O valor recebido de R$ 23 mil da venda nunca apareceu para a mulher, mas ela ouvia do homem que a intenção era usar o dinheiro na compra de outro SUV, que valia R$ 32 mil.

A comerciante, acreditando na boa-fé do companheiro, cedeu R$ 5 mil ao casal que possuía o carro. Mas sempre havia uma justificativa extra quando o homem era questionado e nas últimas vezes, havia um empréstimo em um banco e a mulher se comprometeu a fazer um pagamento mensal de R$ 961 para quitar o valor do empréstimo "quanto antes". Nessa 'ação solidária' de seu companheiro, a mulher calculou ter um prejuízo de mais de R$ 41,9 mil.

Ameaça e denúncia

Há um ano, ela recebeu uma ameaça do seu ex-companheiro, dizendo que "ele se mataria, mas que antes faria algo com ela". Ela relatou tudo isso para a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) em março, justamente no Dia Internacional da Mulher. Ela solicitou medida protetiva e representou contra o radialista.

A descoberta do casamento do radialista com outra mulher aconteceu no final de dezembro do ano passado, quando a comerciante já estava grávida do homem. "Estou passando para dizer que sou esposa há 17 anos e fique sabendo que está grávida dele", dizia a mensagem, que a vítima recebeu da esposa do radialista, conforme prints do WhatsApp. 

"Quem sabe vocês não fiquem juntos e crie o filho de vocês", acrescentou a psicóloga em mensagem para a vítima. Diante da gravidade da situação, a empresária passou mal e procurou auxílio médico, o qual foi orientada a ter repouso.

Mas a mulher teve sangramento e na véspera do Natal, os médicos descobriram que o bebê já estava sem os batimentos cardíacos. No final de dezembro a mulher conseguiu fazer a retirada do bebê no centro cirúrgico da maternidade.

A vítima relatou também que sofreu um abalo psicológico e faz tratamento nos dias atuais. Porém, destacou que tudo isso partiu de uma psicóloga que atende no judiciário. Prints do WhatsApp, áudios, laudos das ultrassonografias e boletim de ocorrência foram inseridos no documento.

"Ela estragou minha vida, meu sonho de ter mais um filho. Hoje me encontro com receio de engravidar e sofrer mais uma perda por causa de um contato desse tipo", disse a vítima em sua denúncia.

JD1 No Celular

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Domingos Brazão é acusado de ser um dos possíveis mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco
Polícia
Domingos Brazão tinha HD com informações de delações contra ele, diz PF
Presídio de Segurança Máxima, em Campo Grande
Polícia
Mulher é detida após tentar entregar celular para irmão no Presídio da Máxima
Polícia Civil iniciou as investigações sobre o crime
Polícia
Jovem é esfaqueado em discussão por mulher e morre em hospital de Sidrolândia
Vítima foi atendida no UPA Coronel Antonino
Polícia
Pai é preso por esfaquear filha na orelha ao tentar repreendê-la no Danúbio Azul
Arma foi apreendida durante a ocorrência
Polícia
Odontologista é presa por tentar entrar armada em boate de Campo Grande
 UPA do Jardim Leblon
Polícia
Acusado de furto, homem é espancado por três suspeitos no Jardim Carioca
Projétil explode e homem fica ferido após tentar tirar pólvora em chácara de Ribas
Polícia
Projétil explode e homem fica ferido após tentar tirar pólvora em chácara de Ribas
Carro de Amalha poderia ser revendido na fronteira
Polícia
Como golpe não deu certo, carro de corretora seria vendido na fronteira
Fabiano já estava com um mandado de prisão em aberto
Polícia
Assassino de Amalha não pensava em fugir da Capital
Além do socorro, equipes da PMR (Polícia Militar Rodoviária) atenderam a ocorrência
Polícia
Motorista fica ferido após carreta carregada com açúcar sair da pista na MS-276

Mais Lidas

Amalha trabalhava como corretora de imóveis
Polícia
Corretora foi morta a pauladas por 'amigo' após não entrar em esquema de golpe
Amalha foi vítima de três sessões de espancamento antes de ser morta em Porto Seco
Polícia
Amalha foi vítima de três sessões de espancamento antes de ser morta em Porto Seco
Amalha era corretora de imóveis
Polícia
AGORA: Choque prende um dos autores do assassinato da corretora Amalha Mariano
O caso foi registrado na Depac Cepol em Campo Grande
Polícia
Mulher é ameaçada de morte por agiota na Capital: 'vai pagar por bem ou por mal'