Menu
Menu
Busca quarta, 12 de junho de 2024
Fiems topo capa
Polícia

Operação no Detran apreendeu mais de R$ 150 mil

Servidores movimentaram R$ 17 milhões em esquema de emissão de documentos veiculares irregulares; dois foram presos

08 novembro 2022 - 15h20Brenda Leitte    atualizado em 08/11/2022 às 15h25

Na manhã de hoje (8), a Polícia Civil MS através do DRACCO (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul), deflagrou a Operação Resfriamento, cumprindo mandados de prisão temporária e busca e apreensão nos municípios de Juti e Dourados. Com base nas informações apuradas, a organização criminosa teria movimentado mais de 17 milhões de reais, em menos de dois anos.

Os pedidos foram deferidos por decisão judicial e durante a ação, foram cumpridos dois mandados de prisão temporária e oito mandados de busca e apreensão. Com isso, foram apreendidos diversos veículos, sendo um corolla, Santa Fe, Nivus e uma Amarok. Além de duas motocicletas CBR 500 e uma BROS 160. Também foram apreendidos os documentos e valores em espécie, que ainda estão sendo contabilizados pelas equipes que participaram da operação.

Entenda o caso

A investigação apura o esquema de emissão de documentos veiculares irregulares, efetivados na agência do DETRAN, em Juti. As informações são de que veículos irregulares, até mesmo de outros estados, seriam regularizados, mediante inserção de documentos falsos e pagamento de propina a servidores, sem nunca ter passado por vistorias de segurança, ou mesmo ingressado no Estado. 

Conforme apurado no Inquérito Policial, foram regularizadas duas carretas com quatro eixos, sem a devida apresentação do CSV (Certificado de Segurança Veicula), quando também era terminantemente proibida a circulação de veículos desse porte.

Além das irregularidades, foi verificado ainda que os proprietários dos veículos residem fora de MS e foi utilizado endereço falso para a efetivação da fraude. Mesmo com um endereço fraudulento, da cidade de Dourados e as demais irregularidades, a agência de trânsito permitiu a emissão dos documentos dos veículos. O processo foi feito na agência do DETRAN, na cidade de Juti e intermediado por um mesmo despachante, que tem escritório na cidade.

Outras diligências de inteligência revelaram a verdadeira organização criminosa voltada para o “esquentamento” de veículos na agência do DETRAN de Juti. Com isso, são apurados inúmeros veículos que teriam sido regularizados indevidamente na agência, com circulação de dinheiro entre o gerente da agência e pessoas relacionadas com ele.

Durante ação foi realizada a prisão temporária do servidor do DETRAN do município, quem teria sido responsável pela liberação irregular dos veículos, e do despachante que intermediou o processo. Também foram representadas por buscas domiciliares em residências de outras pessoas, cujo vínculo com a organização encontra-se em apuração.

 

Nota do Detran-MS

"A respeito da Operação Resfriamento da Polícia Civil realizada hoje nas cidades de Juti e Dourados, o Detran-MS informa que a investigação inicial é da própria Corregedoria de Trânsito e está sendo conduzida em parceria com o Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado), da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul. Informa ainda que todos os mandados de busca e apreensão estão sendo acompanhados por agentes da corregedoria e demais informações serão repassadas pelo Dracco."

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Operação Ferro Velho: GCM fiscalizou cinco estabelecimentos no centro da Capital
Polícia
Operação Ferro Velho: GCM fiscalizou cinco estabelecimentos no centro da Capital
Adolescente de 15 anos é preso por tentativa de homicídio e incêndio em Campo Grande
Polícia
Adolescente de 15 anos é preso por tentativa de homicídio e incêndio em Campo Grande
1ª Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana
Polícia
Acusado de roubar e agredir vítima com corrente é preso em Aquidauana
Annabel Greenhalgh
Polícia
Menina de 11 anos morre após médicos a mandarem para casa
Delegado Régis de Almeida, da 3ª Delegacia de Polícia Civil
Polícia
Morto em confronto no Taquaral Bosque tinha passagem por tentativa de feminicídio
'Só coincidência': Apartamento de Azambuja, invadido e furtado, não era alvo direto
Polícia
'Só coincidência': Apartamento de Azambuja, invadido e furtado, não era alvo direto
JD1TV AGORA: Traficante morre em confronto com a PM no Taquaral Bosque
Polícia
JD1TV AGORA: Traficante morre em confronto com a PM no Taquaral Bosque
Jovem que se acidentou ao procurar emprego morre no hospital
Polícia
Jovem que se acidentou ao procurar emprego morre no hospital
Estabelecimento Penal Jair Ferreira De Carvalho, a Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande
Justiça
MPMS pede fim das cantinas nas prisões de Mato Grosso do Sul
Jovem que se acidentou após entrevista de emprego pode ter morte cerebral declarada
Polícia
Jovem que se acidentou após entrevista de emprego pode ter morte cerebral declarada

Mais Lidas

Imagem ilustrativa
Polícia
Mulher com bebê no colo é ferida com tiro em 'briga' de trânsito no Coophavila
Sexta-feira não será feriadão
Geral
Sexta-feira não será feriadão
Depac DDOS
Polícia
Mãe sofre acidente ao saber da morte do filho de 16 anos em Dourados
Corpo foi encontrado dentro do Rio Anhanduí
Polícia
AGORA: Mulher com perfuração na barriga é encontrada boiando no Rio Anhanduí