Menu
Menu
Busca terça, 25 de junho de 2024
TJMS - Jun24
Polícia

PF cumpre 32 mandados de prisão em investigação sobre atos golpistas

Alvos são participantes ou financiadores das invasões de 8 de janeiro

17 março 2023 - 12h32Vinicius Costa

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17) a oitava fase da Operação Lesa Pátria, resultado das investigações policiais que buscam identificar pessoas que participaram, financiaram ou fomentaram os atos antidemocráticos que resultaram na invasão e depredação do Palácio do Planalto, Congresso Nacional e da sede do Supremo Tribunal Federal (STF), em 8 de janeiro.

Segundo a instituição, 32 mandados judiciais de prisão preventiva e 46 de busca e apreensão estão sendo cumpridos em dez estados: Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul; Rondônia e São Paulo.

A primeira fase da Operação Lesa Pátria aconteceu em 20 de janeiro deste ano, para investigar supostos crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.

Tornada permanente, a ação da PF tinha resultado, até o último dia 7, quando foi deflagrada a sétima fase, no cumprimento de 29 mandados de prisão preventiva; três de prisão temporária e 109 de busca e apreensão.

Os números têm sido atualizados periodicamente e a PF deve divulgar, em breve, os dados mais recentes.

No total, já foram instaurados sete inquéritos para apurar os fatos e as responsabilidades: três específicos contra parlamentares que participaram dos atos, um contra financiadores, um contra autores intelectuais, um contra os executores materiais e outro contra as autoridades do Distrito Federal – o governador Ibaneis Rocha, que chegou a ser afastado do cargo; o ex-secretário de Segurança Pública Anderson Torres e o ex-comandante-geral da Polícia Militar, Fábio Vieira.

Além das prisões preventivas realizadas durante as diversas fases da Lesa Pátria, 2.151 pessoas suspeitas de participar dos atos já tinham sido presas entre os dias 8 e 9 de janeiro, no acampamento montado em frente ao Quartel General do Exército, em Brasília.

Destas, 294 (86 mulheres e 208 homens) permanecem no sistema penitenciário do Distrito Federal. Os demais foram soltos por não representarem mais riscos à sociedade e às investigações.

* Com informações da Agência Brasil

 

JD1 No Celular

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Funcionário de parque invade casa, estupra moradora e culpa a política pelos atos
Polícia
Funcionário de parque invade casa, estupra moradora e culpa a política pelos atos
Idoso perde o controle e bate em poste depois de passar mal ao volante na Capital
Polícia
Idoso perde o controle e bate em poste depois de passar mal ao volante na Capital
Wagner chegou a pegar uma cadeira para se defender do ex-cunhado
Polícia
Após briga com advogado em academia, conduta de policial penal é investigada
Delegado da Polícia Federal Valdecy Urquiza
Polícia
Delegado da PF é o 1º brasileiro eleito para chefiar a Interpol
Foto: Maracaju Speed
Polícia
Motociclista morre após invadir preferencial e ser atingido por carro em Maracaju
Autores de pichações para o PCC são identificados e presos em Brasilândia
Polícia
Autores de pichações para o PCC são identificados e presos em Brasilândia
A vítima voltava para casa após comprar seu carro em Campo Grande quando o acidente aconteceu
Polícia
JD1TV: Motorista morre após bater de frente com caminhão boiadeiro na BR-262
Com várias passagens, o suspeito seria 'especialista' em cometer os crimes na frente de bancos da região
Polícia
Ladrão morre em confronto com a Polícia Civil na Capital
O homem está internado no Hospital da Vida
Polícia
Ladrão de moto foge, tenta atacar policiais e acaba sendo baleado em Dourados
Wagner chegou a pegar uma cadeira para se defender do ex-cunhado
Polícia
JD1TV: Após 'pau comer' em academia da Afonso Pena, advogado diz "temer pela vida"

Mais Lidas

JD1TV - Casal tenta sequestrar criança na Capital: 'ganharia muito dinheiro no exterior'
Polícia
JD1TV - Casal tenta sequestrar criança na Capital: 'ganharia muito dinheiro no exterior'
Cantor Diogo Nogueira
Cultura
MS Ao Vivo: Diogo Nogueira fará show gratuito na Capital no dia 14 de julho
Avelino Luz,  se jogou dentro do veículo pegando fogo
Polícia
Vídeo - Após ser traído, homem se joga em carro em chamas
"O Máskara" foi encaminhado ao hospital
Cidade
Personagem da Carreta da Alegria erra perfomance e cai da fachada de prédio