Menu
Menu
Busca quarta, 22 de maio de 2024
Camara Maio24 - TV camara
Polícia

Preso em Campo Grande, Ronnie Lessa sofre nova derrota ao tentar transferência

Defesa ingressou com pedido para que acusado de matar Marielle fosse levado para o Rio de Janeiro

13 abril 2024 - 08h10Luiz Vinicius

O juiz titular da 5ª Vara Federal de Campo Grande (MS), Luiz Augusto Iamassaki Fiorentino, negou novo pedido da defesa de Ronnie Lessa para que ele seja transferido para a Unidade Prisional da Polícia Militar, em Niterói, antiga Penitenciária Vieira Ferreira Neto, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

O ex-policial militar é acusado pela morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, em 14 de março de 2018. 

A defesa de Lessa alegou que ele já está há cinco anos em um presídio federal, recluso e sem qualquer contato com o mundo exterior.

A assessoria da Justiça Federal de Campo Grande (MS) informou que “houve uma decisão da 5ª  Vara Federal indeferindo o pedido de reconsideração da defesa e mantendo o teor da decisão que renovou o prazo de permanência de Ronnie Lessa no sistema penitenciário federal”.

No dia 3 de abril deste ano, a Justiça Federal decidiu renovar por mais um ano a detenção do ex-policial militar Ronnie Lessa no presídio federal em Campo Grande. Com a decisão, Lessa vai permanecer no local até março de 2025. 

O prazo de permanência de Ronnie Lessa tinha terminado no dia 21 de março, mas foi renovado por uma decisão do juiz federal Luiz Augusto Iamassaki Fiorentini, corregedor da penitenciária. Se o prazo não fosse renovado, Lessa teria retornado ao sistema penal do Rio, onde responde a diversos processos na 4ª Vara Criminal da capital. 

Lessa é um dos delatores do caso Marielle e apontou os irmãos Brazão em seu depoimento como os mandantes do assassinato. Segundo ele, Domingos Brazão, conselheiro do Tribunal de Contas do Rio, e Chiquinho Brazão, deputado federal (sem partido-RJ), têm participação no homicídio da vereadora. 

Eles foram presos por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), e também estão em presídios federais. A defesa dos acusados nega as acusações.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Vítima estava internada no hospital da Santa Casa
Polícia
Motociclista morre dias após acidente com caminhão em Camapuã
Jovem escapa da morte ao ser alvo de disparos durante perseguição em MS
Polícia
Jovem escapa da morte ao ser alvo de disparos durante perseguição em MS
Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã
Polícia
Idoso encontrado morto em milharal de Ponta Porã tinha 87 anos
Polícia identifica comércios que usavam 'gato' para pagar menos energia em Ivinhema
Polícia
Polícia identifica comércios que usavam 'gato' para pagar menos energia em Ivinhema
Vítima estava em uma área de mata
Polícia
AGORA: Mulher trans é encontrada morta com vários ferimentos no corpo no Los Angeles
Caso foi registrado na delegacia de Três Lagoas
Polícia
Adolescente é acusado de estuprar a namorada e filmar o crime em Três Lagoas
O motociclista foi carbonizado durante a colisão
Polícia
Pneu estourado teria causado acidente que matou motociclista carbonizado na BR-163
Motociclista morreu ao ser carbonizado durante acidente
Polícia
JD1TV AGORA: Motociclista morre carbonizado em acidente na BR-163, em Campo Grande
Mega-Sena
Polícia
Mega-Sena sorteia prêmio acumulado em R$ 37 milhões nesta terça
Caso foi registrado na Depac Cepol
Polícia
Pego de surpresa, rapaz é surrado por grupo em praça de Campo Grande

Mais Lidas

Francisco Jr. foi socorrido em estado grave e levado para uma unidade de saúde
Polícia
JD1TV: Moto de influenciador da Capital explode em acidente na BR-060, em Sidrolândia
Rapper morr3 após atirar na cabeç4 ao gravar vídeo; assista
Geral
Rapper morr3 após atirar na cabeç4 ao gravar vídeo; assista
Vereador Lívio Leite
Justiça
Vaga de Claudinho Serra na Câmara será de Dr. Lívio
Ele teria convivido normalmente com os corpos durante o final de semana, até ligar para a Polícia Militar e contar sobre o crime
Polícia
Com raiva após ficar sem o celular, adolescente mata pai, mãe e irmã em SP