Menu
Menu
Busca segunda, 24 de junho de 2024
UEMS Pantanal Tech - Jun24
Polícia

Capital registra o quinto caso de feminicídio só neste ano; delegada faz alerta

Elaine Benicasa orienta as mulheres a fazerem o boletim de ocorrência e pedir medida protetiva para que não sejam a próxima vítima

01 julho 2023 - 10h12Yara Deckner     atualizado em 02/07/2023 às 11h42

Com cinco casos de feminicídio registrados em Campo Grande, a delegada Elaine Benicasa, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), comentou sobre os casos de feminicídio neste ano na Capital e orienta as mulheres a fazerem o boletim de ocorrência e pedir medida protetiva para que não sejam a próxima vítima.

''Há um aumento no registro de boletim de ocorrência e isso é algo positivo, isso significa que as mulheres estão tomando coragem e denunciando. Porém, mesmo assim, é importante dizer que ela é mais uma vítima que não possuía boletim de ocorrência e nem medida protetiva'', afirmou a delegada.

Ainda conforme Elaine Benicasa, a aplicação das políticas públicas só será possível se as mulheres registrarem a ocorrência, ''pois só assim elas terão o benefício da lei Maria da Penha. Em quase 100% dos feminicídios, as mulheres não possuem registro de ocorrência e tem um relacionamento abusivo. Em qualquer sinal de abuso, as mulheres devem procurar a polícia ou algum órgão da rede de proteção para não serem a próxima vítima'' concluiu.

Relembre os casos de feminicídio:

1° Caso - Claudinea Brito da Silva, de 49 anos, morreu no início da noite desta sexta-feira (13), na Santa Casa, após ser esfaqueada no pescoço e se tornou a primeira mulher vítima de feminicídio em Campo Grande. Ela recebeu o golpe do próprio companheiro, identificado pela polícia como Hércules José Andrade Soares, de 41 anos. O casal estava junto há 17 anos e o crime teria acontecido após um desentendimento na residência em que moravam, no bairro São Francisco.

2° Caso - Albynna Freitas Ribas, morta pelo ex-companheiro à facadas no início da tarde desta terça-feira (28), faria aniversário amanhã, 1º de Março. Conforme noticiado pelo JD1, a vítima de feminicídio não resistiu e morreu na Santa Casa horas depois do ocorrido. Segundo informações apuradas pela equipe de reportagem, a mulher estava indo trabalhar quando foi abordada pelo ex-companheiro, o qual desferiu golpes de facas contra ela na véspera de seu aniversário.

3° Caso - Karolina e Luan chegavam em casa na madrugada deste domingo (30), cada um em uma moto diferente, quando foram pegos de surpresa pelo ex-namorado da jovem. O autor do crime então realizou disparos na direção dos dois, atingindo Luan, que morreu no local, no peito, e Karolina no pescoço e cabeça. A jovem chegou a ser resgatava e enviada até a Santa Casa, porém, não resistiu aos ferimentos e faleceu sob cuidados médicos.

4° Caso - Brenda Possidonio de Oliveira, de 25 anos, morreu após receber uma única facada em seu pescoço na noite desta quinta-feira (29), na rua Janaina de Chacha Melo, no Portal Caiobá, em Campo Grande. O autor da facada foi seu namorado, de 25 anos, que tentou se matar na sequência, mas foi impedido por familiares. O crime de feminicídio ainda teria acontecido diante do filho da vítima, de 7 anos, que procurou ajuda de populares ao sair gritando pelas ruas.

5° Caso - Uma jovem identificada como Natali Gabrielly 19 anos, foi mais uma vítima de feminicídio na Capital na manhã deste sábado (1°), na rua Leopoldina de Queirós Maia, Parque do Lageado. Conforme informações preliminares apuradas no local, a vítima estava em casa com o marido, quando começou uma gritaria e o autor começou a quebrar os móveis da casa, logo depois indo pra cima da mulher e desferindo uma facada nela. A vítima fugiu com a bebê de 1 anos e 4 meses no colo, mas foi perseguida pelo autor e atingida por vários golpes de faca que atingiram o braço, pescoço, parte do rosto e tórax.

 

 

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Caso foi registrado na Depac Centro
Polícia
Advogado é agredido por réu de processo enquanto treinava em academia 24h da Capital
Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News
Polícia
Homem que espancou e tentou enforcar criança de 8 anos tem prisão preventiva decretada
Negando levar pacote de drogas, motorista de aplicativo é surrado na Homex
Polícia
Negando levar pacote de drogas, motorista de aplicativo é surrado na Homex
Wolkswagen Parati e Honda Twister após colisão
Polícia
"Aposentados e perigosos": Motociclista fica ferido em colisão na Tamandaré
Motorista sai da pista e bate em árvore após dormir ao volante em Batayporã
Polícia
Motorista sai da pista e bate em árvore após dormir ao volante em Batayporã
Tais Guimarães deixou dois filhos pequenos
Polícia
Farmacêutica morta em acidente havia se mudado há menos de um ano para Campo Grande
Elizabete foi presa em flagrante
Polícia
Viúva negra: Mulher que matou namorado com facada no pescoço já tentou matar o ex em 2013
Ao ser presa, ela confessou o crime dizendo que queria apenas defender a pequena
Polícia
Mulher mata tio degolado após ele mostrar o p£nIs para a filha de 3 anos na fronteira
Gabriely Sabino, de 23 anos, foi encontrada 'viva e em segurança' após passar uma semana desaparecida
Polícia
Jovem de SP foge para 'dar um tempo da vida' em MS e fica uma semana desaparecida
Sargento foi preso escoltando droga
Polícia
Sargento da PM é mantido preso após ser flagrado com drogas em ação do Choque

Mais Lidas

Cantor Diogo Nogueira
Cultura
MS Ao Vivo: Diogo Nogueira fará show gratuito na Capital no dia 14 de julho
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policial morto estaria envolvido em esquema de tráfico e roubo junto com o sargento
Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Polícia
Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policiais militares escoltavam caminhão roubado com drogas em Campo Grande