Menu
Busca sábado, 22 de fevereiro de 2020
(67) 99647-9098
tj ms topo
Política

Bolsonaro diz que vai ouvir ministro da Economia sobre novo imposto

Taxa pode ser incluída na proposta de reforma tributária do governo

22 agosto 2019 - 11h15Priscilla Porangaba, com informações da Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (22) que vai ouvir a opinião do ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a criação de um imposto sobre transações financeiras, parecido com a antiga Contribuição Provisória Sobre Movimentação Financeira (CPMF), criada no governo de Fernando Henrique Cardoso, e depois extinta.

O novo imposto seria incluído na proposta de reforma tributária que o governo encaminhará em breve ao Congresso Nacional.

O presidente da república disse. "Vou ouvir a opinião dele [Guedes]. Se desburocratizar muita coisa, diminuir esse cipoal de impostos, essa burocracia enorme", disse o presidente ao deixar o Palácio da Alvorada, na manhã de hoje. Em declarações anteriores, Bolsonaro havia dito que não pretendia recriar a tributação. "Eu estou disposto a conversar, não pretendo, falei que não pretendo recriar a CPMF. O que ele complementou? A sociedade que tome decisão a esse respeito”.

Na quarta-feira (22), Guedes disse que caberá aos parlamentares decidir pela volta do tributo e explicou que, para que isso ocorra, haverá redução na tributação sobre a folha de pagamentos para estimular o emprego formal.

Petrobras

Bolsonaro também não descarta incluir a Petrobras no pacote de privatização do governo e disse que, quando a proposta for apresentada, vai estudar a possibilidade. "Vou ouvir a proposta que vai ser apresentada para mim. Quando chegar para mim, daí eu falo", disse. “Tudo o governo estuda, estuda privatizar tudo. Vai ter que analisar custo-benefício, o que é bom para o Brasil ou não", completou.

O presidente afirmou ainda que conversou com representantes da Petrobras sobre o preço dos combustíveis pago pelos consumidores. "Tem cartel, não tem, o que está acontecendo? Eu quero saber por que diminui o preço na refinaria, que está diminuindo, e na ponta, na bomba, não diminui. O que a gente tem que fazer para esse preço chegar na ponta?”, questionou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Mais um assalto em condomínio, agora no Shalom
Política
Gleisi Hoffman se reúne com petistas em Campo Grande neste sábado
Política
Salineiro chama Cid Gomes de louco e diz que atirador “agiu certo”
Política
Assembleia - Lídio Lopes continua no comando da CCJ
Política
General Braga Netto é empossado por Bolsonaro na Casa Civil
Política
Tereza Cristina debaterá regularização fundiária no Senado
Polícia
Morador de rua é encontrado morto com perfuração na axila na capital
Política
Vereadores decidem nesta terça sobre o hino nacional nas escolas
Política
Reinaldo assina carta onde governadores cobram de Bolsonaro “equilíbrio e sensatez”
Política
Bolsonaro anuncia mudanças na Casa Civil e no Ministério da Cidadania

Mais Lidas

Polícia
Pai mata filho a facadas ao proteger mãe durante briga do casal
Geral
Vídeo - Microfone de Claudia Leitte cai durante perfomance aérea no Carnaval
Geral
Viação São Luiz tem duas linhas suspensas na capital
Polícia
Polícia Civil prende suspeito de estuprar enteada de oito anos