Menu
Busca sábado, 04 de abril de 2020
(67) 99647-9098
TJMS Topo
Política

Bolsonaro diz que vai ouvir ministro da Economia sobre novo imposto

Taxa pode ser incluída na proposta de reforma tributária do governo

22 agosto 2019 - 11h15Priscilla Porangaba, com informações da Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (22) que vai ouvir a opinião do ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a criação de um imposto sobre transações financeiras, parecido com a antiga Contribuição Provisória Sobre Movimentação Financeira (CPMF), criada no governo de Fernando Henrique Cardoso, e depois extinta.

O novo imposto seria incluído na proposta de reforma tributária que o governo encaminhará em breve ao Congresso Nacional.

O presidente da república disse. "Vou ouvir a opinião dele [Guedes]. Se desburocratizar muita coisa, diminuir esse cipoal de impostos, essa burocracia enorme", disse o presidente ao deixar o Palácio da Alvorada, na manhã de hoje. Em declarações anteriores, Bolsonaro havia dito que não pretendia recriar a tributação. "Eu estou disposto a conversar, não pretendo, falei que não pretendo recriar a CPMF. O que ele complementou? A sociedade que tome decisão a esse respeito”.

Na quarta-feira (22), Guedes disse que caberá aos parlamentares decidir pela volta do tributo e explicou que, para que isso ocorra, haverá redução na tributação sobre a folha de pagamentos para estimular o emprego formal.

Petrobras

Bolsonaro também não descarta incluir a Petrobras no pacote de privatização do governo e disse que, quando a proposta for apresentada, vai estudar a possibilidade. "Vou ouvir a proposta que vai ser apresentada para mim. Quando chegar para mim, daí eu falo", disse. “Tudo o governo estuda, estuda privatizar tudo. Vai ter que analisar custo-benefício, o que é bom para o Brasil ou não", completou.

O presidente afirmou ainda que conversou com representantes da Petrobras sobre o preço dos combustíveis pago pelos consumidores. "Tem cartel, não tem, o que está acontecendo? Eu quero saber por que diminui o preço na refinaria, que está diminuindo, e na ponta, na bomba, não diminui. O que a gente tem que fazer para esse preço chegar na ponta?”, questionou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Coronavírus - Ministério da Saúde tem 76% de aprovação, diz Datafolha
Política
Eleições 2020: “janela” termina hoje
Política
Vídeo - Alcolumbre se diz curado do coronavírus e apoia isolamento
Política
Marquinhos solicita religação da água de inadimplentes
Política
Projeto poderá isentar pedágio para caminhoneiros autônomos
Política
Em entrevista, Nelsinho elogia desempenho de Mandetta
Política
Governo amplia por seis meses exame de saúde do concurso da PM e Bombeiros
Política
Marquinhos anuncia volta às aulas em maio e decreta momento de oração
Política
Câmara da capital aprova R$ 5,2 milhões em emendas para entidades
Política
Isolamento social por coronavírus poderá dispensar atestado médico

Mais Lidas

Geral
Ajude a encontrá-la: Letícia Praeiro sumiu há dois dias no Cohab
Justiça
Alexandre Magno comandará MP em MS
Geral
Uems realizará campanha de doações à famílias vulneráveis
Economia
Governo vai usar aplicativo para cadastro do auxílio de R$ 600