Menu
Busca terça, 25 de fevereiro de 2020
(67) 99647-9098
tj ms topo
Política

Bolsonaro edita MP para incentivar turismo no Brasil

Ecad criticou medida por reduzir R$110 milhões em arrecadação

27 novembro 2019 - 16h50Jônathas Padilha, com informações do Estadão

O presidente Jair Bolsonaro editou nesta quarta-feira (27) a Medida Provisória 907/2019, apelidada de “Hora do Turismo”, que traz diversas alterações no setor de turismo para incentivar o mercado nacional.

Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo, afirmou durante uma coletiva que a MP tem o objetivo de baratear as viagens nacionais. "Muitas famílias planejam suas férias e descobrem que viajar para Buenos Aires ou Miami é mais barato do que fazer turismo doméstico" explicou.

Músicas em hotéis

Entre as medidas divulgadas, os hotéis foram isentos de pagarem os direitos autorais por músicas tocadas nos quartos. Isabel Amorim, presidente do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), criticou a medida, afirmando que a estimulação da economia do turismo não deve ser feita “à custa dos artistas”, já que pode retirar R$110 milhões em arrecadação.

A cobrança da taxa de direitos autorais em áreas comuns dos hotéis, como recepção e restaurantes, foi mantida, mas retirou das áreas consideradas privadas, como quartos e cabines de embarcações.

O ministro concluiu dizendo “Achamos que a incidência da taxa sobre quartos de hotéis e cabines de navios é indevida, porque quando se aluga uma diária de apartamento em um hotel ou navio, ele passa a ser considerado como uma propriedade privada”, disse.

De acordo com o ministério, no primeiro semestre de 2019, o valor pago ao escritório foi de R$ 533,2 milhões em eventos, salas de cinema, emissoras de TV e rádio, clubes, lojas comerciais, restaurantes, shoppings centers, hospitais, sites e academias, entre outros.

Embratur

O Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) foi extinta e reestruturada como Agência Brasileira de Promoção Internacional de Turismo, agora em serviço autônomo.

O órgão ainda permanece vinculado ao Ministério de Turismo, mas com orçamento próprio, com parte dos recursos que iriam para o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). O serviço de apoio recebe 85,75% do adicional da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), com a mudança, a Embratur passará a receber 15,75% e o Sebrae ficará com 70%.  

Dinheiro em viagens ao exterior

Novas alíquotas do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) serão cobradas sobre remessas de dinheiro ao exterior feita por pessoas físicas, em gastos em viagens de turismo, negócios, serviço, treinamento ou missões oficiais.

O imposto terá um aumento escalonado, 7,9% em 2020; 9,8% em 2021; 11,7% em 2022; 13,6% em 2023; e 15,5% em 2024.

A alíquota original sobre os gastos era de 25%, mas caiu para 6% em 2016, com o plano de o incentivo ser extinto em dezembro deste ano. Entretanto o governo prorrogou o benefício para até 2024.

O governo estima uma renúncia fiscal de R$ 1,432 bilhão em 2020; R$ 1,316 bilhão em 2021; e R$ 1,191 bilhão em 2022.

Apesar de ser um valor maior, a medida permitirá que 9,6 milhões de passageiros brasileiros viajem ao exterior em 2020, caso contrário, seriam 6,92 milhões.

A medida tem vigência imediata, mas precisa ser aprovada por deputados e senadores em 120 dias para poder virar lei.

Jacarezão

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Mais um assalto em condomínio, agora no Shalom
Política
Gleisi Hoffman se reúne com petistas em Campo Grande neste sábado
Política
Salineiro chama Cid Gomes de louco e diz que atirador “agiu certo”
Política
Assembleia - Lídio Lopes continua no comando da CCJ
Política
General Braga Netto é empossado por Bolsonaro na Casa Civil
Política
Tereza Cristina debaterá regularização fundiária no Senado
Polícia
Morador de rua é encontrado morto com perfuração na axila na capital
Política
Vereadores decidem nesta terça sobre o hino nacional nas escolas
Política
Reinaldo assina carta onde governadores cobram de Bolsonaro “equilíbrio e sensatez”
Política
Bolsonaro anuncia mudanças na Casa Civil e no Ministério da Cidadania

Mais Lidas

Clima
Pode chover neste último dia de Carnaval na capital, diz Inmet
Cidade
Confira quais serviços funcionam nesta terça-feira de Carnaval
Geral
Terça começa sem atrasos e cancelamentos no aeroporto da capital
Economia
Bancos passam a cobrar dólar do dia da compra com cartão