Menu
Busca quarta, 26 de janeiro de 2022
(67) 99647-9098
Governo - conta energia
Política

Damares assumirá Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos

Pasta será criada no governo Bolsonaro e ficará responsável também pela Funai

06 dezembro 2018 - 16h12Da redação com Agência Brasil

O Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos será assumido pela advogada Damares Alves. O nome foi anunciado nesta quinta-feira (6) pelo ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, confirmado para a Casa Civil. Assessora do senador Magno Malta (PR-ES), Damares comandará a pasta que será criada no governo de Jair Bolsonaro, a partir de janeiro.

O novo ministério também vai agregar ainda Fundação Nacional do Índio (Funai), responsável pela demarcação de terras indígenas e políticas voltadas para esses povos.

Com este anúncio, a equipe ministerial já conta com 21 ministros. Segundo Onyx Lorenzoni, o presidente eleito continua refletindo sobre a escolha para o Ministério do Meio Ambiente, a última pasta a ter o titular definido.

Apoiada por setores evangélicos, Damares Alves, que também é pastora, afirmou que terá como prioridade as políticas públicas para mulheres. Segunda ela, o objetivo é avançar nas metas que ainda não foram alcançadas e propôs um pacto nacional pela infância.

"A pasta é muito grande, muito ampla e agora a gente está trazendo para a pasta a Funai. Nós vamos trazer para o protagonismo políticas públicas que ainda não chegaram até às mulheres, e às mulheres que ainda não foram alcançadas pelas políticas públicas.”

De acordo com Damares Alves, a prioridade será para a “mulher ribeirinha, a mulher pescadora, a mulher catadora de siri, a quebradora de coco”. “Essas mulheres que estão anônimas e invisíveis, elas virão para o protagonismo nessa pasta. Na questão da infância, vamos dar uma atenção especial, porque está vindo para a pasta também a Secretaria da Infância, e o objetivo é propor para a Nação um grande impacto pela infância, um pacto de verdade pela infância", disse.

Senar - Jan22

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Após entregar prova de "áudio fake", Soraya fala de boa relação com Tereza Cristina
Política
Reinaldo vai ao Rio para definir venda da UFN3 e destino do Aquário
Polícia
JD1TV: Homem é agredido com facão durante briga por dívida de celular em Bonito
Política
Soraya contratará perícia para provar que áudio contra Tereza é Fake
Política
Governo de MS priorizará retorno de ferrovias
Política
Olarte espera ganhar liberdade na próxima semana
Política
Jaceguara nomeada para o TJ
Política
"A guerra dos Silva"
Política
Pressionado, Bolsonaro suspende aumento a policiais
Política
MP pede para o TCU investigar internações de Bolsonaro

Mais Lidas

Geral
Inscrições para Lote Urbanizado na capital terminam dia 31 de janeiro
Polícia
Garota de 14 anos planeja e executa a morte da tia a facadas
Geral
Justiça discute partilha de bens de R$ 500 milhões de Marília Mendonça
Polícia
Mulher vai trabalhar de diarista, furta celular e esconde R$ 20 mil em joias no corpo