Menu
Menu
Busca quarta, 17 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Política

Damares assumirá Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos

Pasta será criada no governo Bolsonaro e ficará responsável também pela Funai

06 dezembro 2018 - 16h12Da redação com Agência Brasil    atualizado em 06/12/2018 às 17h28

O Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos será assumido pela advogada Damares Alves. O nome foi anunciado nesta quinta-feira (6) pelo ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, confirmado para a Casa Civil. Assessora do senador Magno Malta (PR-ES), Damares comandará a pasta que será criada no governo de Jair Bolsonaro, a partir de janeiro.

O novo ministério também vai agregar ainda Fundação Nacional do Índio (Funai), responsável pela demarcação de terras indígenas e políticas voltadas para esses povos.

Com este anúncio, a equipe ministerial já conta com 21 ministros. Segundo Onyx Lorenzoni, o presidente eleito continua refletindo sobre a escolha para o Ministério do Meio Ambiente, a última pasta a ter o titular definido.

Apoiada por setores evangélicos, Damares Alves, que também é pastora, afirmou que terá como prioridade as políticas públicas para mulheres. Segunda ela, o objetivo é avançar nas metas que ainda não foram alcançadas e propôs um pacto nacional pela infância.

"A pasta é muito grande, muito ampla e agora a gente está trazendo para a pasta a Funai. Nós vamos trazer para o protagonismo políticas públicas que ainda não chegaram até às mulheres, e às mulheres que ainda não foram alcançadas pelas políticas públicas.”

De acordo com Damares Alves, a prioridade será para a “mulher ribeirinha, a mulher pescadora, a mulher catadora de siri, a quebradora de coco”. “Essas mulheres que estão anônimas e invisíveis, elas virão para o protagonismo nessa pasta. Na questão da infância, vamos dar uma atenção especial, porque está vindo para a pasta também a Secretaria da Infância, e o objetivo é propor para a Nação um grande impacto pela infância, um pacto de verdade pela infância", disse.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Projeto - HMCG
Saúde
Juiz dá 72 horas para prefeitura se manifestar sobre ação que tenta 'barrar' hospital
Para Gerson Claro, atuação da Assembleia no 1° semestre foi "assertiva"
Política
Para Gerson Claro, atuação da Assembleia no 1° semestre foi "assertiva"
'De olho' na Prefeitura, partidos já têm datas para convenções na Capital
Política
'De olho' na Prefeitura, partidos já têm datas para convenções na Capital
Sessão na Assembleia Legislativa
Política
Deputados aprovam e Lei de Diretrizes Orçamentárias 2025 segue à sanção
Vereador Chicão, do PSDB em Caarapó -
Justiça
Justiça eleitoral condena vereador por propaganda antecipada em MS
Lula classifica atentado contra Trump como "inaceitável
Política
Lula classifica atentado contra Trump como "inaceitável
Donald Trump é alvo de tentativa de assassinato durante comício nos EUA
Política
Donald Trump é alvo de tentativa de assassinato durante comício nos EUA
Inflação argentina tem aumento e já acumula alta de 271,5% em 12 meses
Política
Inflação argentina tem aumento e já acumula alta de 271,5% em 12 meses
Ele apresenta ter problemas psicológicos, afirmando ser o 'Anjo Gabriel'
Polícia
Homem se apaixona por funcionária de loja e escreve carta de amor 'ameaçadora' em MS
Caminhoneiro que transportava celulares em compartimento escondido é preso
Política
Caminhoneiro que transportava celulares em compartimento escondido é preso

Mais Lidas

Casa da Mulher Brasileira, a Deam
Polícia
Miojinho? Homem surta após 'g0zAr rápido' durante swing com esposa e amigos no Colúmbia
Próximos dias serão quentes
Clima
Até logo, frio! Temperaturas voltam a subir e Capital deve registrar 30ºC esta semana
JD1TV: Motociclistas são socorrido em estado gravíssimo após acidente em Bandeirantes
Polícia
JD1TV: Motociclistas são socorrido em estado gravíssimo após acidente em Bandeirantes
Tempo amanheceu bem nublado e frio em Campo Grande
Clima
Frio continua pela manhã e máximas começam a subir em MS