Menu
Busca domingo, 21 de abril de 2019
(67) 99647-9098
Política

Ministério do Trabalho acabará, diz Onyx

O indicado a ministro da Casa Civil disse que as funções serão dividas em partes

03 dezembro 2018 - 11h30Da redação com UOL

O futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), afirmou nesta segunda-feira (3) que o Ministério do Trabalho será extinto. Em entrevista a Rádio Gaúcha, ele declarou que as atribuições da pasta serão divididas entre os ministérios da Economia, da Justiça e da Cidadania. 

“Uma parte [do Ministério do Trabalho] vai ficar com o ministro [Sérgio] Moro. É aquela ligada à concessão de carta sindical, [área em que] a imprensa já registrou problemas e casos de corrupção. A outra, ligada a políticas de emprego, ficará no Ministério da Economia, e outra [parte], no Ministério da Cidadania”, disse.

De acordo com informações do site UOL, questionado sobre onde ficaria a fiscalização de condições de trabalho, como o combate ao trabalho análogo ao escravo, Onyx disse acreditar que deve ir também para a Justiça, mas que não lembrava exatamente. 

Há duas semanas, Onyx já havia informado sobre a decisão do governo de dividir as atribuições do Ministério do Trabalho, criado em 1930, no primeiro ano de governo de Getúlio Vargas. Na época, a intenção era que uma parte ficasse com o novo Ministério da Cidadania e a outra, com uma Pasta da Produção, mas o futuro governo desistiu de criá-la. "A produção acabou ficando no Ministério da Economia, até para poder fazer a retomada de emprego e renda", explicou.

 

pmcg - prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Juiz determina prisão de ex-presidente do Peru
Política
"Liberdade de imprensa é baluarte democrático", diz Simone
Política
Grupo que estuda PL Anticrime realizará mesa redonda
Política
Orro sinaliza candidatura da esposa à prefeitura de Aquidauana
Política
Orro cobra transparência da CCR MSVia sobre obras na BR-163
Política
Investigados pelo STF terão redes sociais e WhatsApp bloqueados
Política
Desempregados poderão cancelar serviços sem pagar multa contratual
Política
CCJ da Câmara debate parecer da reforma da Previdência
Política
Supremo censura “Crusoé” e MPF desmente denúncia da revista
Economia
Maia diz que reforma da Previdência deve passar pela CCJ esta semana

Mais Lidas

Polícia
Casal morre em acidente na MS-164
Polícia
Homem tem mãos decepadas, na fronteira
Polícia
Ex-radialista é morta com 24 facadas pelo sobrinho
Geral
Meningite mata jornalista conhecido em MS