Menu
Busca terça, 28 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Política

Novos radares da FAB ajudarão a combater o narcotráfico em MS

Os equipamentos vão monitorar atividades ilícitas em Ponta Porã, Porto Murtinho e Corumbá

30 novembro 2018 - 18h23Eveline Marques

Nesta sexta-feira (30), o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB) esteve na capital para anunciar a liberação do crédito no valor de R$140 milhões em favor do Ministério da Defesa, que será utilizada na aquisição de três radares que irão ajudar no monitoramento de atividades ilícitas nas fronteiras do Brasil e conforme previsões da Aeronáutica poderão entrar em operação até o fim de 2019. Os equipamentos serão instalados em Porto Murtinho, Ponta Porã e Corumbá, cobrindo a região de fronteira de Mato Grosso do Sul com Paraguai e Bolívia. “A liberação do recurso é imediata, agora é só aguardar o crédito chegar na Força Aérea Brasileira (FAB)”, explicou Marun.

Os equipamentos têm como finalidade ajudar efetivamente no combate do tráfico de drogas na fronteira seca além de coibir a entrada de aeronave sem permissão no país. O coronel aviador Luiz Cláudio Macedo, chefe da Divisão de Operações do Comae (Comando de Operações Aéreas) explicou que os três radares fixos são para identificação de aeronaves que voam em baixas altitudes. “As características das pessoas que usam aeronaves na prática de crimes é de voar sem o transponder ligado e de 200 a 500 metros acima da superfície. Os radares existentes não cobriam esses pontos cegos. Os novos radares detectam o avião sem o transponder”, destacou o coronel aviador.

De acordo com o major brigadeiro João Tadeu Fiorentini, e atual Secretário Nacional de Segurança Pública do Ministério da Segurança Pública, os três novos radares que serão instalados nas cidades do Estado de Mato Grosso do Sul, irão potencializar o monitoramento do espaço aéreo na região. "Com esses novos radares, teremos uma barreira de cobertura eficaz e constante. Além disso, a aeronave E-99, que participa do monitoramento na área, estará mais disponível para missões pontuais em locais variados e ganharemos mais poder de imprevisibilidade", explicou o major.

Para o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja os equipamentos são vitais no combate ao narcotráfico e irão fazer um acompanhamento mais eficaz que pega nessa área de fronteira.  “O tráfico de drogas, que é um crime organizado que infelizmente hoje está enraizado em todas as cidades brasileiras, principalmente nos grandes centros”, ressaltou.  Ainda em seu discurso reforçou a importância dos equipamentos “os radares irão blindar nossas fronteiras com tecnologia, facilitando o empenho no combate a esse transporte ilícito de drogas, armas e outras coisas que entram no nosso país”.

O governador aproveitou a solenidade para reforçar o pedido ao ministro para que a segurança terrestre em nosso estado também seja aumentada, aproveitando a abertura do concurso da Polícia Federal, o qual foi divulgado 35 vagas para Mato Grosso do Sul. “Eu solicitei que as vagas destinadas ao nosso estado sejam maiores, pois temos hoje muito policiais na ativa quem vão aposentar e 35 vagas não cobrem nem um terço desse pessoal”, ressaltou o governador.

Radares

No Brasil já existem um radar de defesa área e quatro terminais de tráfego aéreo, que atualmente geram um custo de manutenção R$ 48 milhões e R$ 50 milhões. De acordo com o major Fiorentini os novos equipamentos que serão instalados em Mato Grosso do Sul são mais econômicos.

O sistema de monitoramento aéreo brasileiro tem como bases as cidades de Brasília (principal), Recife (PE), Manaus (AM) e Curitiba (PR), a qual Campo Grande está subordinada.

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
CPI: Advogada diz que médicos entregavam 'kit covid' para não serem demitidos
Saúde
Ex-deputado Ary Rigo está em coma induzido para retirar coágulo do cérebro
Política
Aquário finalmente tem prazo para acabar
Política
AO VIVO: Governo fala sobre as obras no Aquário do Pantanal
Política
"Nada não está tão ruim que não possa piorar", diz Bolsonaro
Política
Deputados derrubam vetos a lei que suspende despejos durante a pandemia
Política
Amigos encontram cadáver boiando em rio
Saúde
“Embate político é imbecil, temos que vacinar”, detona Paulo Corrêa
Política
Simone, Nelsinho e Fábio Trad fazem parte da "elite parlamentar", segundo estudo
Polícia
Corpo encontrado boiando no córrego Bálsamo é identificado na capital

Mais Lidas

Brasil
Jovem tem dedo amputado após manutenção de unha de Acrigel
Vídeos
Vídeo: Com loirona na garupa da moto, homem quase apanha da esposa na rua
Polícia
Rapaz de 19 anos é preso após ser flagrado na cama com menina de 13 anos
Polícia
Morador de MS morre após carro cair de pontilhão em São Paulo