Menu
Busca quarta, 22 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Política

Rota Bioceânica: Nelsinho pede apoio ao Paraguai

A construção de uma ponte entre MS e o Paraguai tem previsão de custo de R$ 70 milhões

13 março 2019 - 14h12Mauro Silva com Assessoria

O senado Nelsinho Trad  Trad (PSD-MS) entregou nas mãos do presidente da Paraguai Mario Abdo Benitez na última terça-feira (12) um ofício solicitando apoio para dar andamento no projeto da Rota Bioceânica. Junto com ele estava o secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, por se tratar de assunto de extremo interesse para Mato Grosso do Sul.

A entrega do ofício aconteceu após o almoço com o presidente da República Jair Bolsonaro no Itamaraty. No documento entregue a Abdo, há a justificativa sobre a necessidade urgente da construção da ponte internacional que ligaria as cidades de Porto Murtinho, no estado Brasileiro de Mato Grosso do Sul, que fica a 431 km de distância de Campo Grande, e Carmelo Peralta, no Paraguai, para o desenvolvimento dos dois países. Essa passagem é uma das bases fundamentais para a Rota Bioceânica que encurtaria a distância com o Oceano Pacífico, e a previsão de custo da construção é de US$ 70 milhões.

“Defendemos a importância da Rota Bioceânica, mas precisamente da Ponte Carmelo Peralta que vai beneficiar muito toda região de Mato Grosso do Sul, em especial Porto Murtinho, uma vez que esse trajeto reduz em quase 7,2 mil km de distância para o mercado asiático”, disse Nelsinho Trad, presidente da Comissão de Relações Exteriores e da Defesa Nacional.

Para o secretário Jaime Verruck, a entrega desse ofício e o encontro entre os dois presidentes do Brasil e do Paraguai foram positivos para o estado. “O presidente do Paraguai disse que, depois que foi construída a ponte da amizade entre Brasil e Paraguai, há mais de 54 anos, nunca mais se construiu nenhuma ponte. Ele se comprometeu em fazer três pontes com o Brasil no prazo de cinco anos, a primeira sobre Foz do Iguaçu, a segunda será a de Porto Murtinho e a terceira do Rio Apa”, comentou Verruck.

Dnit

De acordo com Verruck, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes(Dnit) está encarregado de fazer o projeto de Ponte Carmelo Peralta, em torno de 11km da rodovia até a cabeceira de acesso ao país vizinho. “Nós temos que terminar a ponte de Porto Murtinho a Carmelo Peralta; esse compromisso é do governo brasileiro, já está no projeto previsto do DNIT, com emendas parlamentares e recursos da União”, explicou o secretário.

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Após críticas, Bolsonaro altera decreto de posse de armas
Política
Acordo entre a Câmara e Senado votará MP que reduz ministérios
Política
Políticos não poderão mais usar milhas de passagens aéreas
Política
Reinaldo e Marquinhos apresentam plano para desassorear Parque das Nações
Política
Para presidente do PSL, Bolsonaro não precisa de manifestações
Política
Nelsinho preside audiência pública para preservação ambiental em Bonito
Polícia
Operação no camelódromo termina com um preso e motos apreendidas
Política
TRE-MS e Assembleia assinam termo de cooperação audiovisual
Política
Blal Dolloul, de MS, está entre os dez candidatos à PGR
Política
Coronel David pede reparo em câmeras de rodovia

Mais Lidas

Internacional
Peão de MS vence rodeio nos EUA
Economia
No “Dia Livre de Impostos”, capital terá cerveja com metade do preço
Polícia
Com quatro tiros na cabeça, adolescente morre em escola
Polícia
Operação no camelódromo termina com um preso e motos apreendidas