Menu
Menu
Busca quarta, 24 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Política

Taxa de lixo será debatida pelos vereadores hoje na capital

O encontro é para discutir sobre a nova cobrança aos grandes geradores de lixo da cidade

14 janeiro 2019 - 07h51Da Redação com Assessoria    atualizado em 14/01/2019 às 09h01

Vereadores de Campo Grande promovem, nesta segunda-feira (14), às 9 horas, reunião para discutir decreto da prefeitura que estabelece cobrança aos grandes geradores de lixo da capital. O encontro é promovido pelos vereadores André Salineiro e Junior Longo, diante do receio que a nova cobrança acabe penalizando os pequenos e médios empresários da cidade.  

A expectativa é que a reunião conte com a presença de empresários e associações, a exemplo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Mato Grosso do Sul. Representante da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur) também deve comparecer para responder aos questionamentos. 

O Decreto 13.653, de 26 de setembro do ano passado, regulamenta a obrigatoriedade de coleta, transporte, tratamento e destinação dos resíduos sólidos e disposição final dos rejeitos provenientes dos grandes geradores. A publicação considera como “grandes geradores de lixo pessoas físicas ou jurídicas, os proprietários, possuidores ou titulares de estabelecimentos públicos, institucionais, de prestação de serviços, comerciais e industriais, terminais rodoviários e aeroportuários, entre outros, exceto residenciais, cujo volume de resíduos sólidos gerados seja superior a 200 (duzentos) litros/dia ou 50 (cinquenta) quilogramas”. 

Ainda, o empresário terá outros gastos, como a contratação de profissional com qualificação técnica, a exemplo de engenheiro ambiental, além da contratação de uma empresa para fazer a coleta. O vereador André Salineiro manifestou sua preocupação com a nova norma. “imagine o quanto que isso irá onerar aos micros, pequenos empresários e o cidadão em geral, pois muitas empresas fecharão suas portas, ocasionando desemprego”, disse. 

Os vereadores concordam que grandes estabelecimentos, a exemplo de shopping, hospitais e indústrias possam ser considerados como grandes geradores de lixo, mas a generalização pode resultar em prejuízos aos empresários. “Mas, nesse embalo, tem o médio empresário, que tem no comércio, dois ou três funcionários e se enquadra no que exige o decreto. Inclui todos que produzem mais que 50 quilos por dia, o que dá um saco de 100 litros cheio, e isso acaba ocorrendo num estabelecimento, como uma padaria ou restaurante”, alerta. 

Os empresários também queixaram-se aos vereadores que apenas duas empresas prestam esse serviço de coleta e destinação do lixo, o que pode encarecer a cobrança. “Seria importante ampliar essa concorrência”, disse o vereador Junior Longo. 

A reunião, conforme o vereador Junior Longo, tem objetivo de ouvir a classe, os pequenos e médios empresários, para poderem falar dos seus gargalos e tentar encontrar alternativa para “não penalizar aqueles que geram empregos e batalham no comércio de Campo Grande”. 

Além disso, Salineiro questiona a cobrança que já ocorre a todos os contribuintes pela taxa do lixo e os pagamentos pelo serviço feitos à concessionária Solurb.  

Serviço – A reunião acontece às 9 horas, no Plenarinho Edroim Reverdito, na sede da Casa de Leis, na Avenida Ricardo Brandão, 1.600, bairro Jatiúka Park. 

 

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Riedel vai representar estados em comissão no STF sobre marco temporal
Política
Riedel vai representar estados em comissão no STF sobre marco temporal
Governadoria
Política
Riedel sanciona LDO para 2025 com receita estimada de R$ 26,4 bilhões
Coronel David quer acordo para fim dos conflitos e invasões de terra em MS
Política
Coronel David quer acordo para fim dos conflitos e invasões de terra em MS
Foto: Divulgação
Política
Gerson diz que eleição não afetará calendário da Assembleia Legislativa
Urna eletrônica
Política
Eleições 2024: Entenda o processo de escolha e registro de candidatos
Candidatos e partidos devem declarar recursos de campanha em até 72 horas, diz TSE
Justiça
Candidatos e partidos devem declarar recursos de campanha em até 72 horas, diz TSE
Adriane Lopes e Tereza Cristina durante lançamento de pré-candidatura
Política
"Não tenho medo dos poderosos", diz Adriane no lançamento da pré-candidatura
Deputado Coronel David (PL)
Política
Coronel David enfatiza importância da utilização do Cadastro de Pedófilos de MS
Depac Cepol, em Campo Grande, onde o caso foi registrado
Política
Rapaz é esfaqueado ao negar R$ 20 para dupla em moto no Tiradentes
TRE-MS moderniza processos eleitorais com ferramenta de IA
Justiça
TRE-MS moderniza processos eleitorais com ferramenta de IA

Mais Lidas

Sala de atendimento da DEPCA
Polícia
Adolescente é esfaqueado pela mãe e fica com as vísceras expostas na Capital
Kauã morreu horas após dar entrada no hospital
Polícia
Adolescente esfaqueado pela própria mãe morre em hospital de Campo Grande
Escola Sesi oferta 104 vagas de gratuidade integral na educação básica
Educação
Escola Sesi oferta 104 vagas de gratuidade integral na educação básica
Lulu Oliveira
Comportamento
Aos 41 anos, Lulu Oliveira representará MS no Miss Universo Brasil 2024