Menu
Menu
Busca domingo, 21 de julho de 2024
TJMS Jul24
Saúde

Gestante morre após atendimento em posto de saúde

A vítima foi liberada e em seguida teve uma parada cardiorrespiratória

20 dezembro 2018 - 08h50Da Redação    atualizado em 20/12/2018 às 11h14

Camila Faustina Rosa, 22 anos, estava grávida de oito semanas e procurou o Centro Regional de Saúde “Dr. Antônio Pereira” (CRS Tiradentes) nesta quarta-feira (19) com vômitos e mal-estar. Após o atendimento foi liberada e retornou para sua residência, porém, logo em seguida voltou a passar mal novamente, quando seus familiares acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas a jovem teve uma parada cardiorrespiratória.

De acordo com o boletim de ocorrência, mesmo após uma hora de reanimação cardiopulmonar (RCP) realizado pela equipe do Samu a gestante morreu.

A equipe do JD1 Notícias entrou em contato com a assessoria de imprensa da Secretária Municipal de Saúde Pública (Sesau), que em nota informou:

Conforme histórico de atendimento da paciente, ela estava  gestante de 27 semanas e não fazia o acompanhamento pré-natal. O primeiro atendimento dela ocorreu na madrugada do dia 14 de dezembro no CRSs tiradentes com relato de náuseas e vômitos. Ela foi atendida, medicada e posteriormente liberada. No dia 16 de dezembro ela retornou à unidade com os mesmos sintomas foi novamente medicada e liberada. Foram realizados exames de hemograma, transaminase oxalace e piruvic sem apresentação de alterações significativas.  No mesmo dia  a paciente se sentiu mal e procurou a UPA Coronel Antonino onde foi atendida, medicada e permaneceu em observação, sendo liberada em seguida. 

Já no dia 19 de dezembro a paciente retornou até o CRS Tiradentes   por volta de 17h35 com relato de náuseas. Ela  foi novamente atendida, medicada e liberada. Por volta das 20h os familiares teriam acionado o Corpo de Bombeiros e posteriormente o SAMU relatando que ela estaria passando mal.  A paciente chegou a ser socorrida pelo SAMU e encaminhada à unidade, mas já havia sido constatado o óbito. Foi feita a constatação do óbito que apontou uma parada cardiorrespiratória, mas somente o laudo necroscópico deve apontar a causa da morte. 

A SESAU lamenta o ocorrido e se solidariza com a família da jovem reiterando que toda a assistência foi prestada a ela durante os atendimentos nas unidades de saúde.
 

Reportar Erro
Digix - Julho24

Deixe seu Comentário

Leia Também

O participante deve, obrigatoriamente, portar jaleco
Saúde
Prova do 'Revalida' para médicos ocorre neste fim de semana
Vacina contra a covid
Saúde
Shopping e mercado: veja onde se vacinar neste sábado na Capital
Hospital Regional de Mato Grosso do Sul
Saúde
Funsau convoca mais 20 enfermeiros para o Hospital Regional
Capital tem plantão de vacinação em shoppings no fim de semana
Saúde
Capital tem plantão de vacinação em shoppings no fim de semana
Teste de Covid-19
Saúde
Covid-19 em MS: sem mortes pela quarta semana, Estado tem queda nos casos
Hospital Regional de Mato Grosso do Sul
Saúde
MP quer pormenores sobre Hospital Regional
Saúde e Bem-Estar: Dr. Paulo André apresenta perspectivas para o Servan
Saúde
Saúde e Bem-Estar: Dr. Paulo André apresenta perspectivas para o Servan
Ministra da Saúde, Nísia Trindade
Saúde
Ministra da Saúde comemora dados da imunização infantil
Projeto - HMCG
Saúde
Juiz dá 72 horas para prefeitura se manifestar sobre ação que tenta 'barrar' hospital
TJMS lança ferramenta on-line para evitar judicialização na saúde
Saúde
TJMS lança ferramenta on-line para evitar judicialização na saúde

Mais Lidas

Aeroportos, como o de Madri, na Espanha, foram os locais mais afetados com o apagão
Geral
Apagão cibernético 'para o mundo' e deixa bancos, aeroportos e serviços inoperantes
A nova edição será neste sábado (20), em Campo Grande
Comportamento
'Desapega Campo Grande' vai reunir mais de 100 expositores com peças a partir de R$ 1
Reprodução/Instagram
Esportes
Dispensado pelo Athletico, Bruninho Samudio assina com o Botafogo
Hospital São Julião, em Campo Grande
Geral
São Julião elege diretoria hoje