Menu
Busca domingo, 17 de outubro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS outubro21
Saúde

Mandetta quer redução de gastos no Ministério da Saúde

O ministro falou também que quer foco na atenção básica e saúde indígena

02 janeiro 2019 - 16h53Da redação

Durante a transmissão de cargo, o novo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que sua gestão será marcada pela redução de gastos. “Cada centavo economizado por esse ministério tem que ir para o objeto fim, que é a assistência. Não dá pra gastar dinheiro sem saber”, destacou.

Iniciando seu discurso, lembrando-se de sua infância em Campo Grande, sua formação e trajetória até a posse, agora como ministro, Mandetta recordou de quando o então candidato a Presidência da República, Jair Bolsonaro, o procurou para tomar conhecimento das demandas no setor da Saúde. “Disse a ele algumas de nossas teses mais caras, mais intensas, foi o único candidato que colocou em seu plano de governo que, para estruturar o SUS, nós trabalharemos com carreira”, ressaltou.

Com o desafio proposto pelo presidente, o ministro disse que vai, junto com sua equipe, cumprir um "desafio constitucional". “Saúde é um direito de todos e um dever do Estado, não tem retrocesso, não tem volta da nossa máxima constitucional, nós vamos cumprir a Constituição Brasileira”, reforçou.

Mandetta ressaltou que a atenção básica, as demandas primárias da saúde pública, será o norte do Sistema Único de Saúde. “Meu compromisso com a atenção básica é integral durante esse período no ministério”, afirmou. O ministro também falou sobre a saúde indígena onde defendeu um debate para melhorar o atendimento aos índios. “Acho que já erramos muito nesses 500 anos de história com a população indígena e não devemos mais errar por não assumirmos que temos que fazer um sistema extremamente humanitário, racional e tratar os índios como personagens e cidadãos do seu tempo”, concluiu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Veja a escala de plantão médico nas UPAs neste domingo
Saúde
Mais vacina: Brasil recebe lote de 4,5 milhões de doses da Pfizer
Saúde
Dia D da multivacinação acontece hoje em todo Brasil
Saúde
Taxa de ocupação de leitos por casos de Covid-19 é inferior a 10%
Saúde
Cuidado: Com a chegada das estações quentes aumentam os acidentes com escorpiões
Saúde
Covid-19: MS tem menos de 100 pessoas internadas
Saúde
Prosseguir: Com prudência, Estado mantém capital na bandeira vermelha
Saúde
Bolsonaro torce para Congresso derrubar veto a absorventes
Saúde
Capital terá plantão de clínicos completo em dez unidades de saúde
Saúde
Covid-19: casos sobem para 21,6 milhões e mortes, para 602 mil

Mais Lidas

Cidade
Naufrágio: Sobe para seis o número de corpos encontrados no rio Paraguai
Cidade
JD1 TV: O dia mais atribulado da história
Polícia
Vídeo: Assaltantes "levam bala" de vítima ao tentarem roubar carro
Cidade
"40% da cidade já foi recuperada", diz Marquinhos