Menu
Busca quarta, 12 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
TJMS agosto/20
Tecnologia

Minecraft vira disciplina em escola na Suécia

20 janeiro 2013 - 07h51Reprodução/Estadão

Uma escola em Estocolmo ganhou destaque após impor um jogo online como matéria obrigatória para estudantes de 13 anos. É o Minecraft, game criado em 2009, visualmente muito semelhante ao Lego e no qual o personagem constrói qualquer coisa com materiais em formato de cubo extraídos da “natureza”. A escola defende que assim os alunos ganham noções sobre planejamento e desenvolvem melhor seu potencial criativo.

Sem missões ou objetivos, o Minecraft é um jogo não linear (“sandbox”) no qual o jogador deve extrair materiais do ambiente para construir edificações que o mantenham a salvo de monstros que circulam pelo cenário quando anoitece. O jogo rapidamente ganhou popularidade e até hoje, segundo o site, já foi comprado por quase 9 milhões de pessoas.

Os professores da escola sueca acreditam que o jogo pode ajudar os alunos a desenvolverem raciocínio lógico. “Eles aprendem sobre planejamento urbano, questões ambientais, a concluírem tarefas e até a se planejarem para o futuro”, disse ao jornal sueco The Local, Monica Ekman, professora da escola Viktor Rydberg. “Não é nada diferente [das disciplinas] de Artes e Artesanato”.

Cerca de 180 alunos estão envolvidos no projeto que nasceu de uma competição escolar nacional chamada “Escola do futuro”, na qual instituições de ensino são convidadas a apresentar propostas inovadoras.

Apesar da reprovação de alguns pais mais preocupados, a direção da escola afirma ter obtido sucesso na experiência e pretende dar continuidade. “É um modo divertido de aprender e é bom para os alunos que façam algo do tipo.”

Via Estadão

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tecnologia
Celulares Androids terão sensores de terremotos em nova tecnologia do Google

Mais Lidas

Polícia
Personal trainer é assassinada por casal de vizinhos
Geral
Ex-Ken Humano, Jessica fará reality para achar um companheiro
Saúde
Aniversário de Campo Grande pode ser complicado, alerta secretária
Polícia
Idoso aceita carona e tem carteira levada no Nova Lima