Menu
Busca domingo, 09 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
TJMS agosto/20
Agronegócio

Governo aprova plano para introdução de agricultura sustentável

Segundo o secretário da Semagro, Jaime Verruck, o projeto irá estimular a produção sustentável

01 novembro 2019 - 17h17Sarah Chaves, com informações da assessoria

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (semagro), aprovou nesta sexta-feira (1), o Plano Estadual de Agroecologia, Produção Orgânica e Extrativismo Sustentável Orgânico (PLEAPO/MS).

O secretário da Semagro, Jaime Verruck analisa o plano como uma ação para estimular a produção sustentável. “É um plano audacioso que trabalha a questão do alimento saudável e com a questão dos produtos orgânicos dentro dos protocolos já definidos pelo Ministério da Agricultura. Esse estímulo é fundamental para diferenciar e dar mais competitividade aos produtores rurais de Mato Grosso do Sul”, comentou.

O Plano foi apresentado ao secretário Jaime Verruck, ao superintendente de Ciência e Tecnologia, Produção e Agricultura Familiar, Rogério Beretta e aos integrantes da Comissão Estadual de Produção Orgânica (CPOrg-MS). O documento foi elaborado por um grupo interinstitucional instituído em maio deste ano, composto por nove entidades, em atendimento à Lei Nº 5.279, de 6 de dezembro de 2018, que instituiu a Política Estadual de Agroecologia, Produção Orgânica e de Extrativismo Sustentável Orgânico em Mato Grosso do Sul.

“Hoje existe espaço para crescimento da produção orgânica. A demanda cresce 30% anualmente e temos um grande espaço para expandir. Para isso, nós desenvolvemos um plano estadual e um conjunto de ações, como a criação de uma rede de comercialização, a ampla capacitação dos nossos assistentes técnicos para que eles possam oferecer a devida orientação voltada para a produção orgânica, seja ela de baixa, média ou grande escala da agricultura familiar”, explica Jaime Verruck.

De acordo com o titular da Semagro, “o Plano traz um conjunto de atividades que passam pelo apoio à produção, capacitação técnica, criação de uma rede de comercialização e fomento à pesquisa para que a gente referencie o Mato Grosso do Sul na produção orgânica aproveitando essa grande expansão de mercado que ocorre todo mundo. MS se posiciona definitivamente em uma das tendências do agro brasileiro, que é a questão da produção orgânica e do alimento saudável”.

Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agronegócio
AO VIVO – Tereza Cristina fala sobre agronegócio brasileiro em escala global
Agronegócio
Ministério autoriza LabSenai Sementes a analisar forrageiras e feijão
Agronegócio
Exportação de carne de aves dispara em MS
Agronegócio
Brasil participa de reunião para definir estratégia contra nuvem de gafanhotos
Agronegócio
Estado cria comitê para monitorar nuvem de gafanhotos da Argentina
Agronegócio
Frente fria muda direção de nuvem de gafanhotos que se aproximava do Brasil
Agronegócio
Tereza Cristina diz que Ministério monitora "nuvem de gafanhotos"
Agronegócio
Nuvem de gafanhotos chega à Argentina e se aproxima do Brasil
Agronegócio
Em MS, vazio sanitário da soja tem início nesta segunda
Agronegócio
Segundo produtor de grãos do país, Paraná tem pior seca em 30 anos

Mais Lidas

Brasil
Anac autoriza táxi-aéreo a vender assento individual
Esportes
Vídeo: 4 x 3, Palmeiras é campeão nos pênaltis
Geral
Motoboys protestam em frente a condomínio de homem que humilhou entregador
Polícia
Fazendeiro é multado em R$ 5 mil por caça ilegal de jacaré