Menu
Busca segunda, 27 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Brasil

Ao lamentar massacre em Suzano, Mourão cita sua infância

“Jogava bola, soltava pipa, hoje não tem mais isso”, disse o vice-presidente

13 março 2019 - 17h34Da redação com informações da Agência Brasil

O vice-presidente, Hamilton Mourão, lamentou nesta quarta-feira (13) o massacre na Escola Raul Brasil, em Suzano, na grande São Paulo, e disse que o caso se deve à influência de "videogames violentos" e à falta de atividades educativas para crianças e adolescentes.

“Hoje a gente vê essa garotada viciada em videogames e 'videogames violentos'. Só isso que fazem. Quando eu era criança e adolescente, jogava bola, soltava pipa, jogava bola de gude, hoje não vemos mais essas coisas. É isso que temos que estar preocupados”, disse.

Ao lembrar o massacre na Escola Tasso da Silveira, em Realengo, no Rio de Janeiro, onde um ex-aluno matou 12 pessoas, em 2011, disse que “tem que chegar à conclusão por que isso está acontecendo? Essas coisas não aconteciam no Brasil, ocorriam em outros países”.

O vice-presidente contou da sua experiência de adolescência, quando morou nos Estados Unidos, e estudava das 9h às 15h, como é o padrão norte-americano de ensino. “Hoje, pai e mãe são obrigados a trabalhar pelas exigências da sociedade moderna, nos faltam escolas de tempo integral, onde a criança fique mais tempo”, disse Mourão.

A flexibilização da posse de arma de fogo, para o vice-presidente, “não tem nada a ver” com o caso. “Vai dizer que a arma que os caras tinham lá era legal?”, disse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Defesa Civil monitora movimento de talude em mina de Barão de Cocais
Brasil
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 48 milhões
Brasil
Bolsonaro entrega apartamentos do Minha Casa, Minha Vida
Cidade
Toffoli diz que fake news já faz parte do processo eleitoral no país
Brasil
Mega sorteia R$ 3 milhões neste sábado
Brasil
Em simulação, Palácio do Planalto é esvaziado em 4 minutos
Brasil
Barragem em risco causa aflição a moradores de Barão de Cocais
Brasil
“Reforma da Previdência deve ser aprovada em até 90 dias”, diz Guedes
Brasil
STF decide continuar julgamento sobre criminalização da homofobia
Brasil
Moro lamenta retorno do Coaf para Economia

Mais Lidas

Polícia
Homem morre depois de ser esfaqueado em festa
Cidade
Organizador de passeata, prevê 3 mil pessoas em ato pró governo
Geral
Passeata pró-governo confirma previsão de público
Geral
Concurso público da PM e Bombeiros: candidatos têm até hoje para preencher ficha da Investigação Social
A entrega de documentação ocorrerá entre os dias 27 de maio e 7 de junho